Como escolher o influenciador certo para alavancar a minha marca. Por Jéssica Michellin.

Share Button

Eu adoro falar de parcerias e ações com influenciadores. Como toda boa gerente de marketing, eu amo ver os números de engajamento, seguidores e vendas aumentarem instantaneamente.

Uma das ações que realizei foi com a Natália Guimarães, Leandro e Gêmeas Maya e Kiara. Eles são considerados influenciadores Mega (acima de 300.000 seguidores), portanto, além das redes sociais tivemos landing page para coleta de leads e press release (assessoria de imprensa).

Eles foram escolhidos não somente com base nos números, mas especialmente porque possuem relevância, aderência e credibilidade no público-alvo da nossa marca. E, aliás, são pessoas incríveis que viveram a experiência do produto e se tornaram fãs.

Mas, como garantir que a ação vai gerar relevância, visibilidade e, especialmente, gerar leads qualificados para vendas?

Tem cinco fatores que devemos levar em consideração ao propor uma ação com influenciadores:

– Sinergia e aderência com o público-alvo

Escolha alguém com sinergia e aderência com seu público-alvo. Seus potenciais clientes precisam se inspirar de verdade nestes influenciadores. Eles precisam ser, na medida do possível, verdadeiros e empáticos e, obviamente, apresentar conteúdo de qualidade.

– Analise a frequência e o conteúdo das publicações

Uma média boa de conteúdo no feed é dia sim, dia não. E no stories, pelo menos, uma vez por dia. Também analise os conteúdos: como ele se posiciona? Sobre o que ele fala? Tem a ver com a mensagem que a sua marca quer passar? Em tempos de quarentena, por exemplo, muitos influenciadores acabaram sendo ‘cancelados’ por não adotarem uma postura coerente diante do momento que vivemos e acabaram perdendo vários contratos. Fique de olho!

– Analise o engajamento

De nada adianta um influenciador com 72.637.637 mil seguidores se o engajamento (curtidas e comentários) for muito baixo. Desconfie! Isso quer dizer que muito provavelmente ele comprou seguidores e, portanto, a ação terá os resultados esperados.

– Preste atenção às métricas das redes sociais

Todas as páginas comerciais possuem número de seguidores, como eles estão divididos por estado, % de homens e mulheres, bem como os dias e horários com maior engajamento. Analise os dados e veja se eles servem para sua estratégia de marketing. Não adianta, por exemplo, a maioria dos seus clientes em potencial estarem em São Paulo e o seu influenciador ter mais engajamento na Bahia. O público-alvo não será impactado.

– Estratégia pré, durante e pós

Desenhe uma estratégia coerente incluindo feed + stories antes da ação, durante e, especialmente, após a parceria ter sido realizada. Idealmente algo que dure em torno de 3 meses, pois assim é uma maneira de tornar sua marca mais perene na página deste influenciador.

Agora você já pode começar a pensar nas ações e parcerias com influenciadores.

Jéssica Michellin é especialista em Gestão de Comunicação e Marketing pela Universidade de São Paulo (USP) e em Marketing Intelligence pela Universidade Nova de Lisboa (NOVA-IMS). Com mais de 8 anos de experiência no setor de comunicação e marketing no turismo, atua como Gerente de Marketing Brasil para o Palladium Hotel Group.

https://www.linkedin.com/in/jessicamichellin/

https://www.instagram.com/jessicamichellin_marketing/