TENDÊNCIAS - Gestão de crise. Por Sylla Faruk.

Share Button

Será que esta é uma altura de pararmos ou aproveitarmos as oportunidades?

Numa altura em que todo o mundo parou por causa da Covid-19, somos obrigados a parar e reflectir. Temos finalmente o tempo que nunca tivemos, de cuidar da nossa casa, de nós, meditar, rezar, ver as sérias que nunca tivemos tempo de ver… passar tempo com os nossos filhos!

Estamos numa altura que temos que conviver apenas com as pessoas que nos são mais próximas e vivem connosco todos os dias… porque é tão difícil?

Acho que mais do que isso, temos que aproveitar este momento para reflectir na forma como temos estado a viver e conviver e, acredito, que quando isto terminar e o mundo estiver curado, vamos rever a nossa vida, sairemos desta situação mais fortes, atentos, cuidadosos e a saber quem serão as pessoas que realmente devem permanecer no nosso ciclo!

Vamos rever as nossas prioridades, temos tempo para isso e, aproveitamos este tempo que estamos em casa para cuidar dos nossos sonhos e dos nossos pensamentos.

É certo que estamos a passar um momento de crise, são dias complicados em que não sabemos onde estamos e muito menos para onde vamos… os nossos planos estão cancelados, tudo ficou parado. As metrópoles estão paradas, mas a vida continua, o Sol brilha todos os dias. Talvez porque em tudo que acontece de mau existe algo que devemos aprender, devemos saber como gerir este momento, esta crise que todo o mundo está a viver.

Aqui levanto uma questão; estamos a saber gerir esta crise? As equipas estão preparadas? Conseguimos prever o que vai acontecer, as mudanças que vão ocorrer daqui para a frente?

No mundo da comunicação, falamos de gestão de crise: de antecipar e criar planos para ultrapassar esta situação… acções que passam por preparar porta-vozes, de trabalhar com a imprensa e redes sociais, mas… e para o caso de um surto que nos apanhou completamente desprevenidos?

Não, não trago ideias, apenas apelo à criatividade porque o mundo mudou, as pessoas mudaram e consequentemente, o mercado mudou. Quando o mundo voltar a abrir as portas tudo será diferente e, as estratégias que até há dois meses atrás eram as certas, agora deverão ser repensadas.

Acredito que as palavras certas serão empatia e responsabilidade social.

Para conseguirmos voltar ao mercado, deveremos estar conectados agora para, daqui a pouco, estarmos presentes.

Há uns tempos escrevi sobre como a tecnologia afectou as nossas relações e, recordo-me de ter falado sobre a importância de trocarmos o WhatsApp e os likes do Facebook por um abraço… pois é, hoje realmente sabemos que não há telefone ou chamada via Skype que substitua o toque.

Cuidem-se! Estejam seguros! Fiquem em casa!

Sylla Faruk é profissional de Comunicação e Relações Públicas com de 15 anos na área. Sylla, por ela mesma: ‘A minha vocação é a minha maior paixão!’.