Promoção de cidadania através do projeto 'RJ para todos'. Por Renata Barbosa de Lima.

Share Button

Diante de muitos fatores presentes no país e no estado, o Governo do Estado do Rio de Janeiro se fez presente em prol da promoção da cidadania perante a conjuntura atual das pessoas em situação de rua e/ou vulnerabilidade. Como disse anteriormente no texto publicado em 22 de abril neste mesmo portal, onde fiz uma introdução sobre o que é ser cidadão brasileiro. É preciso força governamental para a criação de políticas públicas que possam resgatar os direitos básicos da população marginalizada.

O ‘RJ para todos’ nasceu em novembro de 2021 com a iniciativa do governo estadual vigente e a Fundação Ceperj, através de uma pesquisa sobre a população em situação de rua e/ou em situação de vulnerabilidade, em que se percebeu que a cidadania dessas pessoas era uma via de mão única. Elas eram obrigados a cumprir seus deveres como cidadãos mas não recebiam seus direitos como deveriam.

Exercendo o seu dever como representante do Estado, o governador fundou o projeto que hoje conta com atendimento nas áreas mais precarizadas do Rio de Janeiro, oferecendo serviços essenciais como vestibular social, lazer, isenção para emissão de registro geral, cadastro no sistema nacional de empregos, habilitação para casamentos, expedição de carteira de trabalho, orientações jurídicas e muitos outros serviços que contribuem para a melhoria da garantia dos direitos que deveriam ser garantidos pela constituição de 1988.

Hoje, atuando no projeto, na assessoria da coordenação administrativa, percebo que a luta é diária para que possamos cada vez mais mitigar as disparidades entre uns cidadãos e outros. E, para a percepção dessa diferença, investimos na diversidade da equipe, contratando pessoas de diferentes classes sociais e extremamente qualificadas, as quais fazem parte das minorias e que podem ter um olhar mais próximo das situações com que lidamos quando os servidores estão nas ruas prestando serviço. Temos uma equipe super capacitada e atenta às pesquisas sobre a situação do estado e onde precisamos mais atuar.

O ‘RJ para todos’ tem um grande potencial de ser um projeto fixo do Governo independente do governador eleito e precisamos lutar para que essa conquista seja realizada e, para isso, a população precisa cobrar que o projeto seja reconhecido e ganhe cada vez mais força. Isso também é o exercício da cidadania – garantir que muitas outras pessoas possam ter as mesmas oportunidades que você.

Renata Barbosa de Lima é graduanda em Publicidade e Propaganda. Atua como assessora de coordenação na SEGOV/RJ no projeto RJ PARA TODOS, que promove cidadania e oportunidades para a população em situação de rua e/ou vulnerabilidade. Antes de iniciar a graduação, atuou como social media e, logo após, já na ESPM, chegou a head de comunicação no Núcleo de Empreendedorismo. Neste mesmo período tornou-se voluntária da Associação Semearte como comunicadora digital, onde atua até o momento.