PESQUISA DE MERCADO - Como escolher bem um participante para um grupo? Por Silvia Monteiro.

Share Button

Ser muito observador é primordial nessa fase do recrutamento. Não veja apenas se a pessoa é usuária do produto ou serviço, faça a ficha observando cada detalhe ao telefone.

Ao fazer a ficha, observe principalmente:

– Se o respondente é mesmo usuário como diz que é, para isso vale fazer perguntas especificas e até ‘pegadinhas’. Veja também se está dentro da faixa de idade, classe e demais obrigações do filtro.

– Se não é um participante frequente de pesquisas. Para isso, sempre consulte o banco de dados do CRQ da Abep.

– Durante a conversa, perceba se a pessoa verbaliza bem, se é falante, expansiva e se ela se expressa como uma pessoa de sua classe; e o mais importante: se é coerente. Não aceite incoerências ou respostas escorregadias. Desconfie. Um bom coordenador é ‘chato’ e desconfiado por natureza.

– Se uma pessoa diz que tem uma renda e a mesma é incompatível com sua profissão, acenda o sinal de alerta.

– Se por um motivo, por menor que seja, desconfiar que o respondente não está 100% no perfil, descarte na hora e o substitua.

Também use a tecnologia a seu favor. Sempre verifico o perfil e a foto do participante nas redes sociais, antes do grupo. Isso tem me protegido de surpresas desagradáveis na hora de recebê-lo na sala.

Silvia Monteiro por ela mesma: jornalista com 30 anos de experiência em Pesquisa Qualitativa, especialista em Coordenação de Recrutamento. Com muitas histórias na bagagem para compartilhar aqui com vocês. Como boa jornalista, também amo escrever, então além de uma sólida carreira como pesquisadora, produzo conteúdo, seja para portais como o O.C.I, como para páginas em que faço também monitoramento e divulgação de imagem e produtos. Entendi que o Marketing Digital é o caminho natural do jornalismo tradicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *