O teu preço te posiciona! Por Elaine Sampaio.

Share Button

No competição por mercado não há espaço para erros – o que significa que o empresário, ou profissional liberal, deve zelar por manter um preço que o leve a se estabelecer em determinado patamar.

Você seria capaz de se posicionar no mercado por meio do valor cobrado por você? Você conseguiria dizer: ‘Vou escolher meu cliente por meio do valor do meu produto?’.

Pois bem, saiba que de acordo com o preço que você coloca em seu produto ou serviço você pode desvalorizar ou valorizar a sua própria imagem, isto é, o valor cobrado deve assegurar a qualidade do seu serviço ou produto. Quando o empresário baixa o valor do seu produto ou serviço para ganhar na quantidade do volume de vendas ele precisa ter a capacidade de assegurar a qualidade mesmo na época de vacas magras. De nada adianta oferecer preço barato e entregar qualidade pífia, visto que, isto acontecendo, a fama ruim correrá para além do horizonte comercial e, aí, o seu nome/marca estará fatalmente condenado a ser taxado como um produto que é barato… e não presta.

Por outro lado, quando você consegue criar um produto que mesmo não sendo necessário que haja muitos investimentos para confeccioná-lo, caia na graça do consumidor – como uma grande marca -, é possível que seu preço do produto seja alto e, mesmo assim, ele seja um objeto de desejo da população.

Assim fica a pergunta: o teu preço te posiciona?

Imagem: pixabay.com/pt.

Elaine Sampaio é consultora e palestrante | elaineterceirosetor@gmail.com