EFEITO RP - Um livro que vale ouro, pelo menos para mim. Por Bárbara Calixto.

Share Button

Você é o tipo de pessoa que julga o livro pela capa?

Tudo bem se você é, eu também sou. Por volta dos meus 15 anos, vi um livro na estante da casa da minha avó que me encantou. Uma capa vermelha, com detalhes em azul e muitas texturas. Parecia um livro vivo e eu senti que ali tinha algo de especial. Pequeno e curto, cerca de 200 páginas, mas com um peso enorme. Eu estava convencida de que naquelas páginas havia ensinamentos poderosos.

E, de fato, eu estava certa. Li com afinco e gostei muito, especialmente porque ele contava a história de uma avó com as suas netas – e eu tinha encontrado esse livro na casa da minha avó, um espaço em que passei muitos anos da minha vida. Levei-o na minha bagagem emocional e também na minha mala de mão, quando fui estudar fora do Brasil. Nele, além de encontrar grandes ensinamentos, também sabia que poderia me aconchegar e descobrir respostas em momentos difíceis.

Já aconteceu isso com você, de se aconchegar em palavras?

Depois de anos, muitas voltas, cidades e diversos caminhos percorridos, no ano passado eu voltei para ele. E apesar de ser muito curto, demorei praticamente o ano todo para finalizar a leitura. Me perguntei muitas vezes o que tinha nele que poderia ser tão “degustativo” para demorar tanto tempo?

O “Doze Pontos de Ouro”, de Aliske Webb, tem uma narrativa leve, envolvente, com lições fortes que podemos levar para a vida toda. A história retrata a Alice – a avó – transferindo conhecimento e tradições para suas netas por meio do aprendizado da costura de uma colcha de retalhos. Em cada um dos pontos, um “nó” de lição.

Do primeiro ao último capítulo, os ensinamentos são úteis e fundamentais para aplicarmos no nosso dia a dia: seja para executar uma campanha de comunicação, conduzir uma apresentação, organizar um evento, assumir compromissos, falar com os stakeholders ou encontrar as nossas próprias respostas para questões pessoais. Todos, indistintamente, cabem no nosso bolso – ou na bolsa.

Comecei 2022 em busca da resposta do porque eu demorei tanto tempo para finalizar o livro… e ela está em um dos Pontos de Ouro, que é: Persistir apesar das dificuldades.

E sigo por aqui, revisitando os demais pontos e deixando para você esse convite de aconchego e abraço em forma de livro. Também convido: quando ler, me fala o que e como sentiu? Me conta se você aplicou no seu trabalho ou na sua perspectiva de vida!

Os 12 Pontos de Ouro

  • Assumir um compromisso
  • Estabelecer uma meta
  • Fazer um plano de trabalho e executá-lo
  • Fazer sempre um trabalho de qualidade
  • Assumir responsabilidade e ser responsável
  • Fazer da aprendizagem um hábito para a vida inteira
  • Cooperar
  • Contribuir e acrescentar algo
  • Persistir apesar das dificuldades
  • Comunicar-se eficientemente
  • Viver com integridade
  • Celebrar a vida

Agulha de ouro da vovó: Fazer tudo com amor.

Bárbara Calixto é graduada em Relações Públicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e possui MBA em Marketing pela USP/Esalq. Atualmente, desempenha a função de Analista de Marketing em uma Govtech (Portabilis) e já trabalhou em agências de comunicação, no segmento varejista e indústrias. Além disso, é uma pessoa que ama cozinhar, apreciar a natureza e está sempre disponível para uma boa conversa.