BEM DIGITAL - Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Misturada! Qual a diferença entre elas?

Share Button

As tecnologias imersivas podem ser identificadas hoje como: Realidade Aumentada (AR), Realidade Virtual (VR) e Realidade Misturada (MR). Quais as diferenças e qual o papel de cada uma das Tecnologias Imersivas nas estratégias de Marketing Digital.

Não é de hoje que essas tecnologias imersivas existem, elas foram estudadas e experimentadas há décadas, mas somente nos últimos anos elas apresentaram definições mais modernas e aplicações mais eficientes, resultando em melhores desempenhos. Tudo isso devido à evolução da computação, tanto do ponto de vista do hardware quanto do software – ‘como a multiplicidade de plataformas e a viabilização de softwares capazes de tratar elementos multisensoriais’. [1]

Para contextualizar as tecnologias imersivas é preciso antes entender o conceito que está relacionado a uma imersão – ‘a capacidade de estimular os sentidos de forma a que o individuo sinta que está noutro sítio’. [2]. Ou seja, a capacidade de fundir o real com o virtual em proporções específicas para cada uma das novas tecnologias que envolve a interação virtual total ou parcial.

O ambiente virtual imersivo das Realidades Virtual, Aumentada e Misturada, leva em conta um cenário tridimensional e dinâmico. Utilizando de recursos e técnicas que façam o usuário acreditar que está imerso ou participativo, mesmo que parcialmente, neste ambiente e em tempo real. Logo, o usuário atua de forma multissensorial – ‘explorando aspetos deste espaço por meio da visão, audição e tato’. [1]

 

Tecnologias Imersivas – as diferenças:

 

⦁ REALIDADE AUMENTADA (AR)

É a tecnologia que proporciona ao utilizador uma experiência na qual tem ciência de onde está e são adicionadas ‘realidades’ digitais ao ambiente. Geralmente, essas interações são realizadas em aplicações via smartphone. Existem muitos exemplos, desde os efeitos disponíveis no Instagram, Snapchat e outras redes, que oferecem filtros, máscaras, óculos, e caracterizações virtuais para fotos e vídeos, até aplicações que possibilitam pessoas ‘testar’ um móvel novo em sua sala antes mesmo de comprar. Pode ser feita também em interação com anúncios de revista ou em produtos. Muitas vezes é possível integrar o OFF com o ON para gerar mais interatividade e atração, e muitos outros exemplos e aplicabilidades. Abaixo, um exemplo com o vídeo da IKEA ao divulgar seu APP capaz de criar uma Realidade Aumentada para testar móveis no ambiente:

[Vídeo – https://www.youtube.com/watch?v=cw6x80Qdzak]

Uma novidade recente nessa área foi abordada na última conferência do Facebook, no dia 30 de abril de 2019, na qual Mark Zuckerberg anunciou uma importante atualização na Spark AR – uma plataforma para criar uma Realidade Aumentada e distribui-la à sua rede. As funcionalidades são fantásticas, podem ser programadas desde a interação com a face, com a mão ou com o ambiente. Você pode desenvolver uma AR para os seus clientes e tornar mais atrativa a sua comunicação:

[Vídeo – https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=UudV1VdFtuQ]

 

⦁ REALIDADE VIRTUAL (VR)

É a tecnologia que proporciona ao utilizador um universo novo, imerso e sem qualquer interação com o ‘mundo real’. Sua experiência está única e exclusivamente presente em um ‘mundo virtual’, capaz de provocar sensações reais mesmo presente em uma vivência virtual, tais como enjoo, reações de movimentos, medo e outros. Quem ainda não experimentou uma realidade virtual em jogos, feiras, em eventos, ou qualquer outra oportunidade, precisa vivenciar para entender como é essa ‘realidade’ – incrível capacidade que o nosso cérebro tem de ‘acreditar em nossos olhos’.

A realidade virtual precisa de um dispositivo para completar a experiência; nesse caso é um par de óculos específicos para provocar a imersão. Essa tecnologia pode ser implementada em diversas ações, por exemplo em games relacionados ao seu negócio, em exposições – para levar uma experimentação de um ambiente via essa realidade. Se for uma empresa de turismo se poderá levar as pessoas para determinados sítios através de uma ‘degustação virtual’.

Veja o exemplo muito bem implementado e muito utilizado no universo Gamer. PlayStation é um dos produtos que melhor representa esse mercado de realidade virtual em jogos.

[Vídeo – https://www.youtube.com/watch?v=cw6x80Qdzak]

 

⦁ REALIDADE MISTA OU MISTURADA (MR)

Como o nome sugere, é a tecnologia que combina Realidade Virtual com Realidade Aumentada, na qual o utilizador tem ciência do seu ambiente real, sabe exatamente o que está a ver e sentir, e pode experimentar vivenciar ambas as realidades simultaneamente, escolhendo recriar sua ‘realidade’ mesmo que momentaneamente. Muitas aplicabilidades para essa realidade e muitas áreas também serão beneficiadas com ela. Diferentes áreas podem utilizar dessa realidade, com exemplos nas áreas de entretenimento, games, área da saúde e educação – imagine entender em detalhes o corpo humano e conseguir fazer experimentos ‘reais’ em ambientes virtuais – e outras oportunidades. O céu é o limite.

Similar à Realidade Virtual, necessita de dispositivo para completar a experiência, e combinado com a Realidade Aumentada, consegue transitar entre os universos virtual e real. O vídeo exemplifica uma das aplicabilidades da Realidade Misturada (MR) na educação sobre saúde.

[Vídeo – https://www.youtube.com/watch?v=PzPKdlFbvYM]

 

Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista possuem perfis diferentes e funcionalidades que permitem diferentes aplicações.

 

Caberá uma análise de objetivo e público para decidir quais são mais aplicáveis para cada negócio ou ação. Nos próximos anos teremos uma maior sensibilização para esses aparelhos e experiências tecnológicas, uma vez que favorecidas pela evolução da computação e recursos de tecnologia – além de mais disponíveis estarão, também, mais evoluídos.

Não é de hoje a necessidade humana de vivenciar uma relação direta com o digital. Essas ‘Realidades’ são estudadas há muitos anos e somente nos últimos tempos elas ganharam mais ‘funcionalidade’, principalmente pela maturação e distribuição massiva da tecnologia e em breve a expansão de velocidade. A exemplo dessa expansão podemos apontar o 5G – que promete velocidade de download 10 a 20 vezes mais rápida do que temos hoje. Com isso, será possível aumentar a capacidade de geração de dados em uma velocidade muito maior, o que favorecerá a troca de informações e a interatividade entre dispositivos [3].

Para nós, profissionais de Marketing, o desafio é entender sempre os contextos sociais, digitais e comportamentais em que está inserido nosso público e como podemos utilizar essas tecnologias.

Certamente a jornada das realidades digitais é longa, tem o seu passado, vivenciamos o presente, e exploraremos o futuro. Acredito muito em novas evoluções e aplicabilidades ainda desconhecidas ou pouco exploradas nessas realidade digitais.

O que você acha desse universo digital tão dinâmico e surpreendente? Quais desafios aparecem hoje na sua jornada profissional ou na sua empresa em relação às realidades digitais das tecnologias imersivas? Deixe seu comentário e vamos explorar mais o conhecimento!

 

FONTES:
[1] Kirner, C., & Kirner, T. G. (2011). Evolução e tendências da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada. Realidade Virtual e Aumentada: Aplicações e Tendências. Cap. 1, 10-25.
[2] Rodrigues, R. A. C. S. (2018). Realidade virtual e Realidade Aumentada: o papel das tecnologias nas estratégias de marketing em Portugal (Doctoral dissertation).
[3] Fórum sobre Realidade Aumentada – ministrado por docentes na Universidade Portucalense no dia 27 de março de 2019.

Bianca Andrade – Marketing Consultant na A/B Marketing. Experiência de 9 anos em Marketing, Digital e Comunicação, na gestão de Saúde e Bem-estar. Formada em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda pela UCB, MBA em Marketing Digital pela UVA, Especialização em Marketing Estratégico pela FGV e Mestranda em Marketing e Negócios Digitais pela UPT em Portugal.
contato@abmarketing.pt / www.abmarketing.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *