Jornalismo direcionado e tendencioso VERSUS cidadãos leitores atentos. Por Adalberto Piotto.

Share Button

A típica reportagem direcionada pela visão editorial do Estadão que é contra o tratamento precoce com Hidroxicloroquina, Azitromicina e vitaminas.

Nada de ponderar no texto da reportagem com exemplos e citações de instituições e médicos de imenso valor profissional e notabilidade técnica que defendem o tratamento precoce com a droga.

O texto vai sendo costurado soberbamente para vender uma ideia contra a Hidroxicloroquina. Não percebe o jornal que a pretensão de esperteza depõe contra sua redação porque o leitor está atento e é muito mais preparado para perceber desvios de conduta como esse.

O Estadão padece ao usar a reportagem como ferramenta para fazer valer seu editorial e, já há muito tempo, não demonstra ‘evidências científicas’ de que pratica bom jornalismo.

Adalberto Piotto é jornalista e documentarista. Especializado em economia, é ancora de notícias em rádio e TV, articulista de realidade brasileira e produtor e diretor do filme ‘Orgulho de Ser Brasileiro’ e da série de webTV ‘Pensando o Brasil’.