MINUTO MICHELETTO - Criação de conteúdos imersivos e interativos devem ser a tendência de 2023.

Share Button

O ano de 2022 foi cheio de novidades nas redes sociais e o próximo ano não deve ser diferente. E a criação de conteúdos imersivos e cada vez mais interativos devem ser a tendência de 2023, haja visto que as pessoas consomem conteúdos em múltiplos formatos, tais como textos, vídeos, áudios, imagens, em diversos lugares e sites diferentes.

Porém, temos que ter um olhar crítico. É preciso ter cuidado com os vídeos longos do YouTube, ou os podcasts que acabam ficando sem foco, fazendo com que o seu seguidor mude de canal e pare de acompanhar os seus serviços. É preciso ter bom senso com o conteúdo desenvolvido. Por isso, é importante que o desenvolvedor se coloque no lugar do seu público consumidor pois, assim, ele o entenderá melhor e desenvolverá estratégias para captar cada vez mais novos seguidores e patrocinadores.

Inteligência Artificial

Outro ponto que deve tomar conta de 2023 é o crescimento da utilização da Inteligência Artificial (IA), que contará com estudos e apoio das grandes empresas do setor, como Amazon, Google e Microsoft – que deverão oferecer recursos completos de desenvolvimento e implantação de IA nas grandes empresas.

Apesar das diversas melhorias prometidas, o usuário ainda deve tomar cuidado com velhos problemas como roubo de moedas virtuais em jogos, fraudes no streaming e golpes no metaverso – que estão entre os maiores perigos na internet em 2023.

Eduardo Micheletto é jornalista e especialista em Comunicação Organizacional e Relações Públicas formado pelo Complexo Universitário FMU-FIAM/FAAM. É CEO da Micheletto Comunicação – full service para soluções em assessoria de imprensa, consultoria em comunicação e marketing digital para pequenas e médias empresas.