GOVERNANÇA DA INOVAÇÃO - Governança Corporativa VERSUS Governança da Inovação.

Share Button

Você não joga um jogo sem regras, não é mesmo? Mesmo que elas estejam ali meio implícitas, já incorporadas na atividade, isso acontece porque existe um manual em que elas estão descritas. A governança funciona da mesma forma: várias regrinhas dão sentido à rotina do negócio, dando mais agilidade, transparência e autonomia às atividades da empresa, independente de que tamanho ela seja.

A governança corporativa, como o próprio nome já diz, se refere às regras a que as pessoas devem se submeter para gerir a organização num todo, levando em consideração todas as partes interessadas.

A governança da inovação, por outro lado (e como o próprio nome também já diz), se refere às regras voltadas ao estímulo e à gestão da inovação dentro da organização.

A governança corporativa, apesar de ser um dos modelos de gestão mais inovadores existentes, é mais tradicional que a governança da inovação. Por isso, normalmente é aplicada em grandes empresas, que têm várias partes interessadas: acionistas maioritários, acionistas minoritários, diretoria executiva, colaboradores etc. Por isso, as regras são mais rígidas e a estrutura mais formal.

A governança da inovação é uma ramificação da governança corporativa, e bastante voltada às empresas que possuem na veia o instinto da inovação, normalmente as scale-ups (startups que estão em fase de escalonamento), ou então empresas que apostam (e investem) fortemente em produtos inovadores. Por isso, as regras são mais flexíveis e o ambiente para a tomada de decisão é mais acelerado. Vale ressaltar que ter regras mais flexíveis não é sinônimo de não ter regra, OK?

A governança da inovação pode ser uma área dentro da estrutura de governança corporativa, sendo responsável apenas por essa temática dentro da empresa. Mas também, pode substituir a governança corporativa, representando toda a sistemática de controle, monitoramento e incentivo à criatividade e inovação.

Tamiris Dinkowski é entusiasta e apaixonada por governança, inovação e o mundo das startups. É Contadora formada pela UFSM, especialista em Controladoria e Finanças pela PUCRS. Atua há mais de 5 anos com governança e gestão da inovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *