CIRCUITO DA LIDERANÇA - Liderança e Influência: parceiras de jornada. Por Gisele Mírian.

Share Button

‘Se sua vida se conecta, de alguma maneira, com outras pessoas, você exerce alguma influência’. John Maxwell.

Todo mundo exerce influência. Pode parecer que não, mas sim, de alguma forma estamos influenciando outras pessoas à nossa volta. Não importa a sua profissão ou posição, tudo o que fazemos, seja em nossa casa, trabalho, igreja, meio social, tem impacto na vida de outras pessoas. Da mesma forma que impactamos, outras pessoas nos impactam e nos influenciam na vida.

Já parou para pensar nas pessoas que te influenciaram na vida? Seja na escolha da profissão, no gosto para músicas, leitura, comida? Quem te influenciou na espiritualidade ou religião, na formação dos filhos ou até mesmo para ser um líder?

Quaisquer que sejam os nossos objetivos, pessoais ou profissionais, podemos chegar mais rápido e de forma assertiva, com uma contribuição mais duradoura, se aprendermos e desenvolvermos nossa capacidade de influenciar.

Neste momento, meu convite à reflexão é na esfera profissional. Quando estamos liderando uma equipe, independente do tamanho, estamos puxando a fila, estamos liderando pessoas. E o mais desafiador, é que estamos lidando com pessoas, que tiveram diversas formações em suas vidas, várias influencias, com perfis, sonhos, desejos distintos, porém, unidos pelo propósito do trabalho. E o papel do líder é trabalhar com toda essa diversidade e divergência, a favor dos bons resultados e metas alcançadas. Assim, sua capacidade de influenciar é ainda mais exigida. E mesmo que exerçamos um impacto em quase todos à nossa volta, nosso nível de influência não é o mesmo com todos. Alguns fatores podem impactar a nossa capacidade de influenciar, tais como intimidade, proximidade, afinidades, ou até mesmo o poder do cargo e da posição. E a linha é muito tênue entre influenciar e manipular. Já reparou?

À medida que você começa a prestar atenção às reações das pessoas a você e aos outros, perceberá que as pessoas reagem conforme o seu grau de influência. E a sua influência pode ser positiva ou negativa. Mesmo que não queiramos, quando ocupamos um cargo de liderança, seja ele formal ou não, estamos em evidência e simplesmente somos colocados como exemplos a ser seguidos ou não.

Como costumo brincar, se tornar líder, é viver em um campo minado com teto de vidro. Tudo o que disser será usado contra você. O mesmo vale para os papéis de pais, professores, líderes religiosos, e toda posição em que alguém está à frente, coordenando a caminhada.

Por isso, sempre vale o investimento em autoconhecimento e autogerenciamento, para entender como funcionamos, quais emoções estão nos controlando, para que possamos encontrar a melhor estratégia de liderança, aquela que funciona melhor para cada um de nós, sem receitas prontas. Afinal, pessoas com influência positiva agregam valor a outras pessoas, ou seja, ao tornar-se líder com uma influência positiva, você delega aos seus liderados, dá autonomia e responsabilidade, aumenta seus horizontes e os capacita para se tornarem melhores pessoas e profissionais.

Como está o seu grau de influência? Quem está na sua lista de influenciadores? Conta p’ra gente como está construindo o seu circuito de liderança.

Abraços e uma ótima jornada para você!

Gisele Mírian – Especialista em Desenvolvimento Estratégico de Pessoas (www.linkedin.com/in/giselemirian) – Nordex Consultoria Empresarial (www.nordexconsultoria.com.br).

Uma resposta para “CIRCUITO DA LIDERANÇA – Liderança e Influência: parceiras de jornada. Por Gisele Mírian.”

  1. Flávia Roque disse:

    Amei… E hoje é assim que construo meu ciclo por onde estou, escolhendo (as pessoas)os influenciadores do bem, ou pelo menos que estejam tentando, pois eu tento ser o melhor que posso pra mim e para o outro, e é o mínimo que precisamos e merecemos.. ???????? love you , amiga linda! Gratidão ????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *