Prefeitura do Rio contraria Ministério Público e inaugura VLT.

Share Button

Deu na Folha de S. Paulo, hoje:

LINK – http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/06/1778240-prefeitura-do-rio-contraria-ministerio-publico-e-inaugura-vlt.shtml

COMENTÁRIO

O VLT – novo brinquedo do prefeito do Rio de Janeiro – é caso exemplar de projetos empurrados goela da população abaixo. Além de não terem sido consultados, os contribuintes cariocas vão pagar triplamente mais este ‘legado’ dos Jogos Olímpicos: (1) custearão obras sempre a toque de caixa, ou seja, necessariamente mais caras; (2) pagarão com seu tempo e produtividade e prejuízos os transtornos necessários para uma obra deste porte (porte da obra, no caso, muito superior ao porte da solução prometida); e (3) pagarão com a vida – naqueles casos de acidentes mais do que certos de acontecer.

Segundo o jornal O Globo (de 21/05/2016, na reportagem de Guilherme Ramalho, P. 13), para o promotor Marcus Leal, coordenador do Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente do Ministério Público (Gaema), ‘não haveria condições de inaugurar’ já o VLT e, ‘caso as medidas de segurança presentes na ação não sejam adotadas, a abertura precisaria ser novamente adiada’ – como o foi, aliás, e sem as medidas prescritas. Nas palavras do promotor:

– É inadmissível que esse transporte seja iniciado sem que se garanta, com absoluta certeza, a segurança do usuário. É um pedido de urgência ao Judiciário para que não haja o início das operações sem a efetiva comprovação da eficácia do sistema de sinalização. A gente tem que considerar que é um transporte novo para a maioria das pessoas. Não é um bonde como os do passado.