Filosofia é disciplina. Disciplina é filosofia.

Share Button

BS

“Pessoas estão mais ricas, mas vida hoje é mais pobre, diz filósofo…”.

Leia a íntegra da entrevista de Barry Stroud, concedida em Campos do Jordão a Eleonora de Lucena, publicada em 09/12/2014 na Folha de S. Paulo – http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/12/1559430-superficialidade-da-vida-atual.shtml

COMENTÁRIO

Thomas Piketty deu a senha em 2014 – não esqueçamos disso. Em seu “Capital – no século XXI”, o economista francês “cantou a pedra” da concentração desenfreada da riqueza. Por sua vez, o sociólogo polonês, em diversas obras sucessivas recentes, “liquefez” as relações, as ambições e ética, desvendando para nós o perigoso caminho (da humanidade) à frente.

A presente entrevista toca na ferida da Educação… quando desvela que a ética de quem olha para os ricos não é mais, necessariamente, a do trabalho – como acontecia até há 20 anos, ANTES da completa e absoluta “financeirização” do mundo em tempos pós-internet.

Quando aplicar “offshore” pode render – muito – mais que aplicar num negócio na esquina de nosso bairro, perdemos a conexão com as raízes e o compromisso “com o próximo”. Aí reside o maior perigo da chamada “globalização”, o ceticismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *