Eu já fui um mendigo de network! Por Lilian Flaitt.

Share Button

Nunca ouviu falar?

Estava em uma rede social, no caso o LinkedIn, e uma usuária da rede postou dizendo como não fazer networking tipo ‘bumerangue’ que, seguindo a definição dela, é aquela pessoa que nunca nem te ligou enquanto estava empregada, simplesmente te apagou da vida dela e que, após um desemprego repentino, retorna, velozmente a te procurar.

Pois bem, eu fiz um comentário dizendo que eu não era nem bumerangue, nem ativa, porque de fato eu nem fazia aquilo e muito menos me preocupava em criar uma rede profissional de contatos ativos, que é o significado da palavra networking em inglês.

O que me fez refletir foi a questão: o que eu realmente, de fato, era, naquela rede? E encontrei a resposta!

Eu era um ‘mendigo de network’, aquela pessoa que nunca fez, não sabe fazer e tem raiva de quem faz networking bem feito.

É verdade!

Já parou para analisar que algumas pessoas têm resultados extraordinários enquanto outras não têm resultado algum?

Sim, estou falando, por enquanto, de rede de contatos… e não de quanta ‘renda’ cada um gera.

Eu mandava mensagens e e-mails quase que implorando um trabalho, uma prestação de serviço, um ‘frila’, um mísero ‘bico’.

Mas, peraí!

Eu estudei, estudo, leio, estou engajada, tenho uma inteligência exclusivamente minha, nem melhor, nem pior, que a de ninguém e me via fazendo este tipo de rede?!

Seja sincero! Alguém vai colocar valor maior naquilo que fazemos antes de nós mesmos?

Claro que não!

Portanto, se você pratica este tipo de networking, estou falando por experiência própria, ele só te trará mais daquilo que você não quer.

Pratique com autenticidade, com verdade, com doação, com troca, com ajuda, que o retorno vem, porque também sou prova disso.

É rápido? Depende de você. E se for demorado lembre-se de que quem não é prematuro demorou nove meses para nascer!

A gente se encontra no LinkedIn!

Meu perfil: www.linkedin.com/in/lilianflaitt
Insta: @lilianflaitt

Lilian Flaitt é formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade do Sagrado Coração de Bauru, estado de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *