OCI promove documentário de Manoel Marcondes Neto sobre os 100 anos de RP no Brasil.

Share Button

HOJE, na ilha de edição “B” da produtora Cannal Z, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, foi dado o ponto final na produção do documentário “1 jornalista 10 errepês 100 anos…”, de Manoel Marcondes Neto, co-fundador do OCI, sobre o centenário da atividade no Brasil.

O Cannal Z, parceiro de primeira hora deste OCI, é dirigido por Marcello Palma, jornalista, e Marcos Palma, engenheiro de televisão. Os dois irmãos, gêmeos, especializaram-se na área de vídeos corporativos, e atendem a uma fiel e vasta clientela.

O documentário de 70 minutos homenageia a atividade de RP, inaugurada no Brasil em 1914 pela empresa canadense “The São Paulo Tramway Light & Power Company Limited”, a “Light”, em sua sede paulista. O primeiro departamento de RP numa empresa brasileira surgiria em 1951, na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

O Brasil foi um dos primeiros países a conhecer a atividade que objetivava “dar satisfação aos clientes”, criada pelo jornalista Ivy Lee (DEPOIS de abandonar a redação – como deve ser), apenas 8 anos antes nos Estados Unidos – uma nova profissão liberal.

A ABRP viria em 1954. Sua organização e capacidade de aglutinar os profissionais de então é que deram origem ao Conferp e à profissão regulamentada – condição válida até hoje, assim como a exigência do bacharelado em Relações Públicas para o exercício profissional.

O cerne da atividade de RP, por lei, é a informação de caráter institucional – justamente a base sobre a qual foi fundado o Observatório da Comunicação Institucional.

Este ano, sobretudo na data de 2 de dezembro, quando se comemora o Dia Nacional das Relações Públicas, o OCI promoverá exibições do documentário seguidas de debates com estudantes, professores, pesquisadores, profissionais, agentes, head hunters e empreendedores contratantes de errepês em potencial.

Se você quer agendar uma dessas exibições ainda em 2014, ano do centenário, entre em contato com a gente. Depois, o vídeo poderá ser visto aqui no Portal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *