Em casa de ferreiro... Destemida e discriminada.

Share Button

Deu n’O Globo de hoje (P. 20 – fonte: Bloomberg News):

O banco State Street Corp., instituição responsável pela instalação da escultura de uma menina em postura desafiadora diante do icônico touro de Wall Street, paga menos a mulheres…

LINK – https://oglobo.globo.com/economia/firma-de-estatua-menina-destemida-acusada-de-pagar-menos-as-mulheres-1-21916428

COMENTÁRIO

Se uma imagem vale mais do que mil palavras, qual será o valor de uma imagem tridimensional – uma escultura – plantada em local público?

É como naquela estória sobre a mulher do César… não basta parecer honesto. É preciso sê-lo. Não importa o que a State Street Corp. diz – por meio de seu patrocínio à instalação – mas, sim, a política realmente vivenciada na empresa – a qual pagava menos às mulheres e terá que indenizar, em 50 milhões de dólares, mais de 300 mulheres por isto.

Comunicação institucional não se resume a ‘statements’ numa folha de papel ou num quadro pendurado na parede da recepção. Chega ao chão-de-fábrica, aos contracheques salariais, aos pontos-de-venda, e mesmo aos patrocínios esportivos e culturais.

Imagem: Brendan McDermid / Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *