NOVA COLUNA: - Educomunicação? - Presente! Por Natalia Francisca.

Share Button

As mídias como ferramentas para promover a cidadania.

Com a sociedade tornando-se cada vez mais digital e a ascensão das mídias sociais – aquelas que mais conhecemos, tais como Facebook, Instagram, Twitter, WhatsApp, entre outras – é comum notar que, cada vez mais, as pessoas têm acompanhado os acontecimentos por essas mídias e, também, expressado suas opiniões por meio delas. São 72% dos brasileiros que leem as notícias pelas mídias sociais, segundo um estudo feito pelo Instituto Reuters, da Universidade de Oxford.

Tendo isto em vista, cada vez mais as IEs (Instituições de Ensino) têm-se utilizado da internet e dos meios digitais para promover educação, podendo assim atingir mais alunos interessados nos cursos por meio de EAD (Educação a Distância), principal ‘case’ quando se trata de Educomunicação.

Por quê? Simplesmente porque unem-se as peças do jogo: os meios de comunicação – neles, mais o audiovisual, o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), a internet, e, claro, a educação.

A utilização de recursos audiovisuais permite dinamismo e facilidade encontrados a um clique. Certamente você já viu – ou utilizou – em sala de aula, um vídeo do YouTube sobre algum tema específico. Há diversos canais de ‘professores-youtubers’ e com muitas alternativas de área; seja sobre Física, Química, Inglês, Francês, Português, História, entre outros campos. Na edição de um vídeo é possível incluir infográficos, animações ou até mesmo edições de falas, fazendo com que a aula fique menos chata, uma vez que não é algo ‘ao vivo’, não possuindo a interação imediata que só uma aula presencial proporciona.

Uma das grandes vantagens do crescimento do uso das mídias sociais é o alcance. Pessoas de todo um país, e até do mundo, podem ter acesso aos conteúdos divulgados. Com mais acesso e mais audiência para conteúdos de relevância social, é possível formar cidadãos mais críticos e trazer os jovens para discussões que envolvam assuntos econômicos, políticos, educacionais etc. E eles, esses jovens, são o futuro.

Já existem ferramentas que unem professores e alunos na utilização de recursos tecnológicos para ensinar e aprender. O site MVMOB une pessoas que apresentam seus trabalhos acadêmicos realizados a partir de mídias. Acesse – http://www.mvmob.com.br

Vale, também, a leitura da reportagem (no website da Revista Galileu, edição de novembro de 2017) sobre ‘edutubers’: https://revistagalileu.globo.com/Revista/noticia/2017/11/professores-youtubers-conheca-os-canais-que-democratizam-educacao.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *