Mais sopa de letras e de partidos.

Share Button

Deu n’O Globo (P. 3) de hoje, como parágrafo grand finale da matéria (do Extra) “Lula, o bombeiro do Rio”:

Engrossando a lista de candidatos no Rio, o Solidariedade [agora sabemos o significado da sigla “SDD”, partido que se alinharia com Lindberg [Farias], decidiu ontem lançar candidatura própria. A vereadora Rosa Fernandes, que teve quase 69 mil votos em 2012, “foi pega de surpresa”, mas diz que entrará na disputa:

– Estava com o Tio Carlos (vereador). Meu filho veio e me disse: “Vão te fazer um convite. Se prepara”. Eu pensei: “Oba, vão me levar para um almoço”. Mas não. Me pediram que saísse candidata.

COMENTÁRIO

Será que a candidata não conhece a máxima de que “não existe almoço grátis”?

Cotização…

Na mesma edição (e página) do jornal, serve como último parágrafo da matéria intitulada “Randolfe será o candidato do PSOL à presidência” o seguinte:

Na reunião de ontem, o diretório nacional do PSOL rejeitou a proposta de expulsão imediata do partido da deputada Janira Rocha (RJ), acusada de cobrar parte dos salários de funcionários de seu gabinete para financiar atividades políticas. Para a direção do PSOL, o caso deverá ser analisado primeiro pela comissão de ética do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *