Índice de Transparência Ativa é aplicado na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.

Share Button

Como parte do rito acadêmico-científico estabelecido para o desenvolvimento da inovação ‘Auditoria Funcional da Comunicação Organizacional (AFCO) para aferição do Índice de Transparência Ativa 5R INDEX’, três projetos-piloto foram realizados – um, junto a instituição pública (1o. Setor); um, junto a uma empresa privada (2o. Setor); e um, junto a uma organização da sociedade civil (3o. Setor).

Sob um rígido Acordo de Confidencialidade, característico deste tipo de abordagem acadêmica ao mercado, os cases foram mencionados nas três apresentações-defesa do construto teórico (o sistema aplicativo ‘5R INDEX’), em SP, RS e MG, sob a seguinte denominação: Caso X, Caso Y, e Caso Z.

Um desses casos foi ‘aberto’ (divulgado) por iniciativa própria da organização examinada pela AFCO, que contou com quatro membros numa equipe composta por três auditores deste O.C.I. (externos) e um membro interno. Tal caso, da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, foi divulgado em dezembro último no portal daquela Casa Legislativa (seção TV Câmara de Caxias do Sul).

Veja a vídeo-reportagem: