Ah... a fiscalização... 2.

Share Button

N’O Globo de ontem, 27/01/2014, manchete principal, de primeira página:

Brasil tem só um fiscal por 579 km2 de área protegida.

Falta de agentes facilita desmatamento em unidades de conservação e terras indígenas. Segundo procurador, apenas 2% das multas aplicadas são pagas por infratores.

Para conter o desmatamento e a depredação nas suas unidades de conservação e terras indígenas, o país conta hoje com apenas 3.200 agentes responsáveis pela fiscalização de 1,8 milhão de km2. Isso significa dizer que há apenas um fiscal para cada 579 km2 – área equivalente à metade da cidade do Rio de Janeiro. Para especialistas, a falta de controle e de aplicação de penas severas reforça o que chamam de uma cadeia de predadores do meio ambiente.

N’O Globo de hoje, página 3:

Brasil falha na fiscalização de suas fronteiras

Governo aumentou orçamento para tentar impedir entrada de armas e drogas, mas admite que é insuficiente.

São quase 17 mil quilômetros de fronteira entre o Brasil e outros dez países da América do Sul. 169 toneladas de drogas foram apreendidas pela polícia entre janeiro de 2012 e outubro de 2013 na faixa de fronteira. E 12.472 armas de fogo foram apreendidas pela polícia no mesmo período.

Outra matéria, à mesma página:

Trator se desprende de carreta, bate em ônibus e mata 13 pessoas na Bahia.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma perícia constatou que o trator, de 35 toneladas, não estava preso de maneira adequada na carreta. O motorista admitiu que não verificou se o trator estava bem amarrado na carroceria.

E na internet, agora – Portal G1;

Imagens da concessionária Lamsa, que administra a Linha Amarela, no Rio de Janeiro, mostram a carreta que derrubou uma passarela na altura de Pilares, no Subúrbio, na manhã desta terça-feira, com a caçamba levantada. O acidente matou quatro pessoas e deixou cinco feridos. O vídeo foi gravado pelas câmeras de segurança da concessionária e mostra o momento do choque do veículo com a passarela.

As imagens mostram o momento exato do acidente. O caminhão da empresa Arco da Aliança circula pela pista da direita em alta velocidade e bate na passarela, derrubando o objeto sobre as duas pistas da Linha Amarela. O veículo trafegou por um grande trecho com a caçamba suspensa. Procurada pelo G1, a empresa informou que não iria se pronunciar sobre o acidente.

COMENTÁRIO

Todos casos de falta de fiscalização. A série de reportagens prossegue no jornal O Globo sob o sugestivo título “No País do Faz de Conta”. Ao final, este OCI fará um comentário mais aprofundado sobre o tema da fiscalização – ou da falta desta – no campo da comunicação institucional.