Um vírus de tirar o fôlego: reflexões de sobrevivência da cultura. Por Dany Lima.

Share Button

A Pandemia do Coronavírus – que iniciou em novembro de 2019 na China e se disseminou pelo mundo nos meses seguintes -, possui um custo social e econômico intenso que ameaça vários setores da economia, essencialmente, os pequenos e médios produtores culturais, que há anos nadam contra a corrente e que, agora, perdem o fôlego diante de um tsunami que devasta conquistas e planos, gerando angústia e desesperança.

Leia a íntegra.

Sou Daniela Lima, estudei Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda (Newton Paiva) e fiz o curso de Especialização Lato Sensu na UFMG ‘Processos Comunicativos e Dispositivos Midiáticos’. Formei-me no curso técnico de Dança pela Fundação Clóvis Salgado, hoje CEFART e, desde 2004, atuo como colaboradora ou educadora em projetos sociais. Sou professora de ballet e ensaiadora, designer gráfica, e atendo profissionais autônomos e microempresas prestando serviços de marketing digital. Tenho afinidade com temas ligados à infância, artes em geral, meio ambiente, branding, semiótica, desenvolvimento humano, filosofia e com atividades corporais como dança contemporânea, GDS, iyengar yoga e pilates.

https://www.linkedin.com/in/danylimapro/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *