Seja divertido ou seja útil, mas, como? Por Duda Polibiano.

Share Button

Outro dia durante um webinar da @mlabs com os maravilhosos @rafael.rez e @rkiso foi citada essa frase do post. E, principalmente em tempos de quarentena ela vem feito cada vez mais sentido.

Tenho analisado dezenas de empresas que tem reclamado sobre a redução das taxas de engajamento e colocado a culpa na quarentena ou redes sociais. Eu acredito de verdade na mudança no comportamento do consumidor.

Novos tempos pedem novos formatos, novos jeitos de falar com a sua audiência.
Sorteios para buscar seguidores já não fazem mais sentido.
Falar sobre crise e quarentena de forma geral já está ultrapassado.

Você, produtor de conteúdo, deve falar com o seu interlocutor tocando o seu coração. Respondendo ao problema de forma mais direta, objetiva e útil.

Não seja genérico, seja envolvente.
Não queira alcançar todos, busque o um.
Seja pessoal, seja caloroso, seja divertido ou seja útil.

Créditos de imagem: @polifoniadigital

Duda Polibiano tem MBA em Marketing e Gestão de Negócios e é especialista em Marketing Digital.

Uma resposta para “Seja divertido ou seja útil, mas, como? Por Duda Polibiano.”

  1. Mendonça disse:

    Waw. Só assim. Não då para ser dinossauro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *