PAPO DE TERÇA - Seu mindset é o seu guia. Por Nathália Corrêa.

Share Button

Você, certamente, lida com personalidades diferentes no seu ambiente de trabalho. Tem o profissional workaholic: gosta tanto do que faz que se torna um compulsivo pelo trabalho; o profissional motivado: está sempre distribuindo sorrisos e alegrando o ambiente; e o profissional conformado: tudo para ele está bom ou, se não está, tanto faz. Ele não busca crescimento, pois já se acostumou com o habitual. Existem muitos outros perfis, mas, vamos considerar esses como principais.

A partir dessas três personalidades destacadas, provavelmente, você já se encaixou em alguma, né? Mas, vamos adiante. Já parou para analisar como a sua postura profissional interfere nesses comportamentos e influencia pessoas?

No livro ‘Mindset: a nova psicologia do sucesso’, Carol Dweck apresenta o termo mindset – muito usado no último ano -, para analisar os pensamentos e perspectivas que cada pessoa tem sobre a vida, carreira e negócios. Esses pensamentos são responsáveis por movimentar o ciclo: comportamento, ação, solução, resultados, performance e atitude.

A autora conta que dentro desse conceito, existem dois grupos que separam as pessoas.

Mindset fixo

Esse grupo, geralmente, é formado por aqueles profissionais que buscam desculpas para justificar sua falta de atitude, são pessoas conformadas, inseguras ou até mesmo com um perfil preguiçoso que os impede de pensar de forma diferente. Dessa maneira, tornam-se pessoas estagnadas, que repetem sempre as mesmas atividades. Mindset fixo pode ser definido como de pessoas que superestimam seus obstáculos, tornando-os muito maiores do que realmente são.

Mindset de crescimento

Esse mindset também pode ser denominado de mindset progressivo. É caracterizado pelo grupo de pessoas inquietas (no bom sentido da palavra), que acreditam nas suas habilidades e sabem que possuem potencial, bastando ter dedicação. Essas pessoas, quando identificam uma oportunidade de crescimento, se jogam para agarrá-la. Possuem a qualidade de persistirem naquilo que desejam, transformando erros em aprendizado.

Se encaixou em algum perfil?

Você pode optar por começar o seu dia de duas maneiras: otimista ou pessimista. É importante escolher o que você carrega na bagagem, pois essas características irão te acompanhar durante todo o caminho. Defina, não apenas seu mindset, mas contagie, de forma positiva, as pessoas ao seu redor.

Uma colega de trabalho me fez o seguinte questionamento: existem pessoas que têm medo de expor a felicidade com o receio de serem julgadas. Você mudaria essas pessoas que pensam assim ou mudaria de trabalho?

A minha resposta é a seguinte: primeiro eu tentaria convencer essas pessoas a se tornarem agentes de transformação, fazendo com que outras pessoas encontrem a felicidade no trabalho e não tenham medo de expor esse comportamento. Afinal, quanto mais gente feliz e satisfeita, mais prazerosa será a convivência e o dia a dia.

Qualquer ambiente de trabalho traz desafios e personalidades diferentes. O melhor jeito de agir é aproveitar a equipe atual e as ferramentas disponíveis para transformá-la na melhor equipe.

Construa, reavalie e coloque em prática o seu mindset.

Imagem: Andrii Leonov por Unsplash

Nathália Corrêa é bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e tem MBA em Marketing Digital. Atua na gerência de marketing e mídias sociais.

Uma resposta para “PAPO DE TERÇA – Seu mindset é o seu guia. Por Nathália Corrêa.”

  1. Rosalia disse:

    Muito bom Nathalia. Novas informações são fundamentais para nosso crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *