PAPO DE TERÇA - O imaginário como ponte para construir o futuro. Por Nathália Corrêa.

Share Button

Nesse período, quem tem a opção de trabalhar em casa conhece a pressão para manter a produtividade e as entregas em dia. Porém, em meio à crise, muitas vezes, é difícil se desprender das notícias e focar em outras atividades. Quando o assunto é criatividade, então, o famoso ‘bloqueio’ pode ocorrer com mais frequência. Por isso, é importante criar uma nova rotina, fazer coisas prazerosas e tentar relaxar a mente.

Acredito que, como estamos vivendo algo inesperado, diariamente somos acometidos por uma mistura de sentimentos como incerteza, insegurança, medo, ansiedade e tédio. E como sair desse vale assombroso? A resposta eu ainda não sei, mas, descobri um caminho novo através da adoção de um novo mindset.

Por estar em casa, dividir o espaço e os momentos de lazer com o trabalho pode ser uma tarefa complicada. Mas, é aquele ditado ‘se organizar direitinho, dá pra fazer tudo’. Mas, fazer o quê?

Na primeira semana, como tudo ainda era incerto, foi o momento de descansar, entender melhor esse processo, terminar aquela série ou aquele livro, ou até mesmo os dois, dormir, arriscar novas receitas, fazer um curso que foi liberado… entre outras coisas. Mas, e agora? Após a fase de ‘adaptação’ e conclusão do seu ‘plano emergencial’, o que vai te entreter no isolamento?

A minha dica e prática atual é usar a imaginação para planejar um novo futuro possível. Não penso tanto em como será o mundo após essa crise, mas, nos planos para a minha nova rotina, o ‘novo eu’, com metas para a vida pessoal e profissional. Outra opção é refletir sobre as minhas perspectivas e como posso me posicionar melhor para alcançar esses anseios. Um dos meus exercícios preferidos é pensar em viajar. Não sei quando será possível fazer aquela viagem dos sonhos. Mas, posso começar o tal planejamento que eu nunca consegui colocar no papel, mergulhar na história de cada lugarzinho que eu desejo conhecer e permitir a fuga, através do imaginário, para uma viagem que, daqui alguns meses ou anos, se tornará real.

Pensar no futuro é viajar. Além de manter a cabeça ocupada diante do quadro real, é uma maneira de conseguir forças a partir da motivação pela ideia de algo novo. As possibilidades são infinitas. Basta dar o primeiro passo e seguir em frente.

Já escolheu o seu destino?

Imagem: Ashkan Forouzani por Unsplash.

Nathália Corrêa é bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e tem MBA em Marketing Digital. Atua na gerência de marketing e mídias sociais.