PAPO DE TERÇA - Home office e produtividade: combinação que dá trabalho. Por Nathália Corrêa.

Share Button

Quem foi “forçado” a optar pelo home office há alguns meses, certamente, compreendeu (em parte) esse título. Já papeamos sobre as características desse regime de trabalho aqui. Mas, a questão hoje, é como equilibrar a produtividade em tempos difíceis e sem uma previsão para retornar à rotina normal?

De acordo com o bom e velho Aurélio, produtividade é particularidade ou qualidade de produtivo; aquilo que se conseguiu produzir. Esse substantivo assusta a quem: colaboradores, chefes ou clientes? Aprofundando mais no assunto, o ato de trabalhar em casa está popularmente oposto ao ato de ser produtivo por alguns tabus criados pelo mundo corporativo e que podemos considerar obsoletos ou incompatíveis com o atual cenário.

O que é ser produtivo? É finalizar mais tarefas em menos tempo? É bater recorde de entregas e manter a qualidade? É apresentar boas ideias ou dedicar tempo exclusivo para o trabalho? Eu acredito que varia de pessoa e situações.
Se antes a produtividade já era cobrada nas empresas, à vista dos gestores, em casa, longe do ambiente comum das organizações, certamente a cobrança está redobrada.

Muito se discute sobre a pressão desnecessária das lideranças, principalmente, em um momento que exige mais compreensão. Será desconfiança, insegurança ou ansiedade? A falta de adaptação de algumas empresas, acostumadas com modelos mais antigos de negócios, pode prejudicar o trabalho remoto, gerar mais estresse e prejudicar a saúde mental da equipe.

Casa é o lugar onde relaxamos, criamos aquele “cantinho” e deixamos um pouco da nossa personalidade em cada espaço. É onde você se sente confortável. E, não é necessário estar à vontade para produzir? Se uma relação de trabalho começa apoiada pela confiança, esse pilar se estende e ultrapassa a limitação física das empresas. Por isso, pra mim, ser produtivo não é apenas entregar o melhor do seu trabalho de maneira ágil. É equilibrar a produção com seu bem-estar, persistência e prazer. Porque um trabalho, seja ele qual for, quando a execução é boa, a entrega fica bem mais prazerosa.

Portanto, produtividade agora será uma das palavras ressignificadas em tempos de crise externa. Produtividade vem do termo “atividade” e também pode ser sobre tentativas e práticas, sobre desempenhar suas atividades com o melhor que você pode, no momento, sem tornar inativo o seu bem-estar.
Produtividade agora é sobre ter empatia com você mesmo. É sobre se sentir vitorioso por continuar suas atividades enquanto o mundo está parado. Produtividade é transformar pequenas entregas em grandes conquistas, em meio ao caos.

Seu home office pode ser mais tranquilo e sim, produtivo, se você respeitar o seu momento, seus limites e criar novos significados para termos do seu dia a dia.

Créditos de Imagem: Callum T.

Nathália Corrêa – é bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e tem MBA em Marketing Digital. Atua na gerência de marketing e mídias sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *