PAPO DE TERÇA - As lentes do otimismo em meio ao caos. Por Nathália Corrêa.

Share Button

Estar em casa, sem previsão certa para sair despreocupado pelas ruas e acompanhar a vida de quem você gosta, apenas de longe, são vivências comuns entre a maioria das pessoas ao redor do mundo. Mas, apesar do caos mundial, nem todos estão passando pelas mesmas situações.

Ter que sair de casa apreensivo para trabalhar, continuar no mesmo ambiente após o expediente ou não ter mais expediente, pelo corte de verbas realizado em muitas empresas, que impactou a vida de diferentes funcionários. Definitivamente, não partilhamos da mesma realidade, nesse momento. Há diversos cenários dentro de um único universo, isso é certo. Mas, também existem diferentes sinais que podem trazer mais ânimo para as incertezas do dia a dia.

Ao contrário da ‘romantização do momento’, que não tem nada de romântico e é um quadro preocupante, sim, a proposta é enumerar algumas ações positivas que podem acender uma chama de luz em meio a essa escuridão.

Algumas notícias quem podem trazer mais leveza para a sua vida:

1. Pessoas se curando

De acordo com o monitoramento da pandemia realizado em tempo real pela Universidade Johns Hopkins, o número de pessoas que já se curaram da Covid-19 passam de 40 mil no Brasil e 1 milhão no mundo todo.

2. Reação da fauna

Com os espaços públicos desocupados, alguns animais foram flagrados invadindo as ruas e transitando livremente sem a ameaça humana. Nos mares da Itália, golfinhos também deram as caras.

3. Diminuição da poluição

Outra consequência positiva é a diminuição da poluição nos grandes centros urbanos como Rio e São Paulo. Em alguns países da Europa, em que foram adotadas medidas de suspensão de todas as atividades, o lockdown, a poluição chegou a ter 50% de redução.

4. Desaceleração da rotina

Apesar de todo o tédio, o período em casa tem sido uma oportunidade para atividades atípicas, tais como: passar mais tempo com os filhos, inventar um programa caseiro em família, colocar em prática aqueles projetos que não andavam por ‘falta de tempo’, entre muitas outras coisas.

Os aspectos positivos são pequenos, diante de toda a devastação que a pandemia está trazendo, mas, é uma necessidade tentar equilibrar o desespero com a fé e enxergar por outros ângulos, para que possamos renovar nossas esperanças e acreditar que um novo futuro, diferente do passado pouco distante – antes da pandemia – é possível, está próximo e será melhor. O mundo já mudou e continuará mudando rumo a novos comportamentos

Imagem: Greg Rakozy.

Nathália Corrêa é bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e tem MBA em Marketing Digital. Atua na gerência de marketing e mídias sociais.