MONÓLOGOS FILOSÓFICOS - Alunos com (seu próprio) partido.

Share Button

Para além de uma escola sem partido, que presa pelo fim de uma influência ideológica por partes dos professores, precisamos de crianças e adolescentes que sejam capazes de avaliar criticamente o que chega aos seus ouvidos. Professores não são semi-deuses, não são os donos da verdade, são apenas mais um canal influenciador em um mundo no qual a mídia já tem o status de principal mecanismo de socialização. Por isso mesmo não é justo atribuir à escola (e ao professor) o peso e a responsabilidade por toda a formação dos nossos pequenos cidadãos.

Num mundo repleto de possibilidades, a escola perde espaço para as novas formas de nos relacionarmos. Crianças e adolescentes são bombardeados por uma infinidade de informações através de seus tablets, celulares, computadores. A função de pais e da própria instituição escolar está muito mais em esclarecer do que em determinar o que pode e o que não pode ser conhecido. Retirar o véu da ignorância é mostrar que tudo é muito mais do que aparece e que é preciso, antes de tudo, compreender para julgar, pensar para avaliar o que nos serve e o que não nos serve.

Crianças e adolescentes estão a menos tempo no mundo do que adultos e exatamente por isso possuem uma curiosidade muito mais aguçada para o mundo de novidades que isso aqui é. Ao invés de negar e omitir as possibilidades de conhecer é muito mais produtivo ouvirmos o que eles têm a dizer e criarmos empatia por suas curiosidades, dúvidas e angústias.

Um mundo de verdades prontas só serve àqueles que não admitem a mudança e o novo, e ser criança é viver a passagem da vida infantil a um outro estágio humano — o estágio da responsabilidade consigo e com o outro.

O que nos cabe? Ajudá-los a crescer.

Quem sou: Roberta Melo, graduada, especialista e mestre em Filosofia; professora com quase 15 anos de carreira; autora do livro ‘Ressentir ou Afirmar? Perspectivas nietzscheanas sobre a dor’, editora Appris, 2018; autora de verbetes de Filosofia na Enciclopédia virtual ‘knoow.net’; apresentadora de vídeos sobre Filosofia no canal ‘Sopro de Atena’. (https://www.youtube.com/soprodeatena).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *