Marketing Digital: por que há tantos amadores se dizendo especialistas e como não cair no conto do sobrinho. Por Kelly Helena.

Share Button

De repente todo mundo virou especialista de marketing digital.

Se você tem um pequeno negócio, com certeza já foi abordado com alguém se dizendo especialista em marketing digital e dizendo ser possível fazer com que seu negócio online vire um sucesso.

Mas, como identificar o verdadeiro profissional no meio de tantos amadores?

Primeiramente você precisa entender o que de fato é o marketing digital e como ele pode ajudar no seu negócio. Porque ele não se resume apenas à presença digital mas, sim, a o que fazer com sua presença digital. É basicamente uma comercialização eletrônica, dentro de um conjunto de atividades e estratégias específicas que mudam a todo momento. O que demanda muito conhecimento teórico e prático, e experiência, que, com certeza, não se conquista com cursinhos de algumas horas e palestras online.

Como já dizia Philip Kotler, o marketing é’“o processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas satisfazem desejos e necessidades com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros’. E é aí que começam as estratégias dentro do marketing digital.

Entre as principais estão:

Marketing de conteúdo – a estratégia que disponibiliza informações e conteúdos ricos fazendo com que sua audiência seja atraída, encantada e convertida em vendas.

Inbound Marketing – uma forma de estratégia que faz com que, ao contrário do marketing tradicional, as pessoas te procurem. É como uma isca. Você dá o que elas precisam e elas vêm querendo saber mais a respeito.

SEO – a estratégia de otimização de mecanismos de buscas (Search Engine Optimization) que faz com que você seja encontrado organicamente, o que vai depender de uma combinação de vários fatores de ranqueamento, ferramentas e técnicas.

Tudo isso falando bem por cima como as coisas funcionam.

Daí em diante são diversos processos para se criar um plano de marketing que atenda seu negócio, suas necessidades e dê resultado.

Explicado como funciona o marketing digital, agora vem a parte de como não cair na conversa de pseudo-marqueteiros.

Quem já está na área há bastante tempo sofreu e sofre na pele o ‘conto do sobrinho’. Já ouviu falar? É aquele do sobrinho que ‘mexe com internet’. Sempre acontece quando você faz um orçamento e o solicitante acha muito caro e prefere dar os primeiros passos aproveitando do ‘conhecimento’ do sobrinho que mexe com internet.

Isso acontece porque muitas pessoas banalizam os serviços prestados por profissionais (achando que não vale o que cobram), porque não entendem o que precisam e por acharem que marketing pode ser feito por qualquer pessoa. E é aí que acontece o grande erro e muitos negócios que estão começando caem no famoso conto do vigário.

Hoje existem muitas pessoas vendendo serviços e marketing digital como se fosse um serviço qualquer, simples e barato de se fazer. O número de pseudo-marqueteiros cresceu muito nos últimos anos devido ao aumento do número de pessoas consumindo e fazendo negócios pela internet.

Só no Brasil existem 150,4 milhões de usuários de internet, o que representa 71% da população, sendo destas 66% ativos em redes sociais, passando em média 4h41min na internet com seus dispositivos móveis, sejam smartphones ou tablets.

Quando falamos da usabilidade da internet, desse total de usuários, por mês, 97% utilizam aplicativos de redes sociais, 88% aplicativos de vídeo e/ou entretenimento, 72% utilizam aplicativos de compras e 47% aplicativos de banking de acordo com uma pesquisa do We Ware Social.

Ou seja, as pessoas estão consumindo na internet, seja conteúdo, seja produtos, seja serviço. Logo, todo mundo quer tirar proveito, um pedacinho desse mundo de gente que está o tempo todo conectada, e é aí que aparecem os falsos especialistas de marketing digital, vendendo o que não sabem por um valor mínimo e prejudicando aqueles que querem entrar nesse mercado tão competitivo – o que faz com que a maioria dos bons profissionais que cobram pelo preço de mercado, pelo estudo, conhecimento e experiência que adquiriram ao longo dos anos, estejam perdendo clientes para os amadores, que cobram muito pouco ou quase nada para executar um serviço que é vendido como marketing digital mas que, na verdade, não passa de peças sem estudo, planejamento e estratégias.

Quando você opta por escolher por um serviço sem saber da experiência de quem vai executá-lo, você está perdendo tempo, dinheiro e competitividade, uma vez que seu negócio não estará inserido estrategicamente no mercado. Por isso, atente-se aos profissionais que você escolhe para cuidar do seu negócio. Fuja dos amadores e dê valor aos profissionais que realmente sabem o que fazer para alavancar sua empresa.

Como sempre digo, curtidas não pagam contas, posts bonitos não vendem!

O que vai garantir o sucesso do seu negócio é muito planejamento, conhecimento e estratégias certas, e isso só será possível com quem entende do assunto.

Valorize o verdadeiro profissional de marketing!

Kelly Helena é formada em Jornalismo pela Unitau, tendo trabalho em jornais impressos, TV, revista, assessoria de imprensa e há mais de cinco anos no Marketing Digital, sendo especialista em conteúdos inbound.