Homenagem a Ricardo Eugênio Boechat.

Share Button

Morto – hoje – prematuramente aos 66 anos, e no auge de uma carreira bem sucedida em vários meios de comunicação, Ricardo Boechat tornou-se referência de profissional da imprensa.

As manhãs do rádio FM brasileiro nunca mais serão as mesmas. Seu modo inconfundível de abordar as mais diversas pautas e personalidades constituiu-se em linguagem própria. Sua irreverência – outra marca registrada de Boechat – ainda presenteou os ouvintes com uma inusitada ‘dupla de área’ na Band News FM, com o impagável José Simão.

De todos os papeis, todos bem desempenhados pelo jornalista, de âncora de telejornal (na Rede Bandeirantes de TV) a colunista na mídia impressa (JB, O Globo, IstoÉ), o que ficará gravado em nossa memória é a sua voz inimitável nos encorajando, sempre, a ‘tocar o barquinho’.

Descanse em paz, Boechat.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *