GiroNorte, comunicação fora do eixo Sul-Sudeste. Por Ana Negreiros.

Share Button

Falou em comunicação, a gente já pensa Sul e Sudeste do Brasil. A ideia é que as grandes produções e modelos estão nessas regiões. Mas será que realmente é isso? Como estão as iniciativas nas outras regiões? Essa viagem – que pode e penso que vai surpreender você – iremos fazer juntos.

Sou Ana Negreiros, uma contadora de histórias que se formou em Comunicação Social no Tocantins. Me defino como um misto bem brasileiro: nasci no norte goiano que virou Tocantins e com uma cultura totalmente maranhense. Minha cidade natal é bem na divisa com o Maranhão e confesso: ali sempre foi minha referência. Apesar que o sabor da minha infância é paraense, terra que depois fiz de lar. Ainda tenho um pé no Ceará, origem da minha família paterna. Viu só: passamos pelo centro-oeste, norte e nordeste e você deve estar se perguntando: o que a comunicação e eu temos com isso?

Simples, o meu giro pessoal pelos estados e regiões me permite ser sua guia neste olhar comunicacional fora do eixo. E assim, podermos falar sobre narrativas, que hoje todos tentam padronizar e esquecem: o público gosta de se ver, relacionar cada fato com ele e quando não consegue, entender que aconteceu ali perto dele. Neste caso, o pacote bonitinho, fechado, padronizado, já deixa de funcionar e o profissional pensa: mas fizemos tudo certo, tem outro problema aí. E não conseguem entender o motivo pelo qual não há liga. Olham o quadro, sem sair da caixa e estava ali, bem na frente. É falta de laço, ou seja: proximidade.

O tornar comum requer empatia e identificação e isto só ocorre quando o direcionamento da comunicação, sua narrativa, respeita e insere o universo do público, jamais da empresa/organização. Até porque é a organização/empresa que entra no mundo do cliente e não o contrário.

Simbora fazer esse giro comigo? Vamos viajar com narrativas, posicionamentos estratégicos, crises, significantes e significados. Uma comunicação estratégica com um toque pai d`égua, ou seria, mais moço?

Nascido aqui, com ponto no OCI, o GiroNorte é um espaço seu, meu, nosso. Então, se tem um tema e quer abordar, nem se faça de rogado, mande logo e a gente papeia aqui. No Norte, a gente faz bem assim, todo mundo junto, em equipe, comunicação transparente e que atende o público. Só não fazemos por ele. O nosso negócio é com ele. Mas isso, fica para o próximo texto.

Imagem: Ana Negreiros.

Ana Negreiros é comunicóloga, especialista em narrativas corporativas, gestão de imagem e reputação, posicionamento estratégico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *