FORA DA CAIXOLA - De grão em grão.

Share Button

Quem nunca ouviu esse ditado? ‘De grão em grão a galinha enche o papo’. Eu adoro ditados sábios e, aparentemente, ingênuos. Esse poderia ser utilizado largamente por uma geração de pessoas ansiosas e cheias de vontades imediatas.

 

Digo isso porque se temos algum sonho ou plano, costumamos abandoná-los por achar que estamos imensamente distantes deles. Em contrapartida, algumas pessoas persistem, com uma determinação nata ou adquirida pela experiência de vida. São essas as pessoas que enchem o papo, com o grão que escolheram, ou seja, atingem algum objetivo.

Henry Ford, americano que produziu seu primeiro automóvel em 1892, já dizia: ‘os dias prósperos não vêm por acaso, nascem de muita fadiga e persistência’.

Portanto, se há algum sonho em mente, por mais surreal que se apresente, comece a imaginá-lo real, modele alguém que já tenha feito algo similar e aja. Afinal, se não começar, nunca chegará. Como disse Ford, nada acontece por acaso.

Temos uma geração que acredita que os meninos enriqueceriam sendo jogadores de futebol, e as meninas, sendo modelos. Já hoje, no mundo globalizado, todos querem ir para as redes sociais e fazer história.

Concordo que há pessoas que são predestinadas – mas são tão poucas que – aos demais, resta o trabalho árduo, principalmente emocional. Em tempos de depressão, demissão e exclusão, o que consegue focar e ir adiante, apesar dos medos e das críticas, geralmente alcança.

Uma música de Renato Russo e Flávio Venturini, de 1986, já antevia essa angústia vigente. Em ‘Mais uma vez’, os dois fixaram na mente do ouvinte:

Veja a nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança

Eu diria que todo grande influenciador, de Ford a Venturini, passando por Russo, tem méritos sobre o direcionamento de muita gente que se espelhou nas mensagens deles para ir além. O lugar depois do arco-íris – onde está o pote de ouro – parece distante e é apenas uma lenda irlandesa para alguns. Para outros, é a inspiração que faltava para realizar sonhos incríveis.

A escolha é nossa!

4 respostas para “FORA DA CAIXOLA – De grão em grão.”

  1. Maria do Carmo Caçador disse:

    Quanta verdade em sua s palavras, Carla Brandão! Fico pensando quantas maravilhas o ser humano poderia vivenciar se tivesse coragem para concretizar seus sonhos! Bjs

    • Maria do Carmo, adorei o seu comentário. Vejo isso pela minha trajetória, pelos aprendizados que tive e, agora, pelo trabalho que faço. Estimulo a todos a se encorajarem, pois a vida fica bem mais vivida. Beijos!!!!!

  2. cinthia flôres disse:

    Lindo textoo!
    Que a administração e a música sigam sendo nossa fonte de inspiração… se não estas…. inspirações saudáveis, vidas de pessoas, textos, estudos, encontros e trabalho. Abraço gaúcho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *