EFEITO RP - 1 artigo por dia, 30 dias de artigos. Por Bárbara Calixto.

Share Button

No começo do mês de abril decidi tirar um projeto do papel. Já tinha pensado em fazer isso há um tempo, mas sempre acabava me enrolando, deixava outras coisas entrarem na frente, me atrapalharem… enfim, a vida que às vezes nos atropela.

Mas aí, março estava chegando ao fim e várias ideias estavam passando pela minha cabeça, coisas acontecendo e eu sentia disposição para fazer acontecer. Pensei: por que não?

Tirei o meu projeto do mundo das ideias e trouxe para a realidade: comecei os meus 30 dias de artigo, com a leitura de 1 artigo por dia.

Pensando também em formas de aumentar ainda mais o meu comprometimento, tornei o meu desafio público. Comuniquei isto no meu LinkedIn e imaginei que talvez pudesse incentivar alguém também. São tantas coisas que passam nas nossas telas que, de repente, se aparece um artigo legal, uma coisa diferente para ler, pode ser útil!

Como todo projeto, a gente precisa ter metas e objetivos. O meu principal era de cumprir o meu próprio combinado de ler 30 artigos, pelo menos. Um outro que estabeleci, era prestar mais atenção nas informações e conteúdos que consumo, me presentificando durante a leitura. Por último, como eu iria compartilhar o que eu havia lido, decidi também expandir minha capacidade de síntese, ou então, de conseguir tirar um aprendizado dos textos lidos.

Nos primeiros dias, eu estava bem animada, assim como ficamos com novos projetos. Confesso que pensei que seria uma coisa fácil, já que todos os dias recebo diversos e-mails, newsletters e conteúdos para ler. Mas, por incrível que pareça, várias vezes eu acabei não sendo impactada e tive que procurar por artigos/matérias.

E essa também foi uma atividade divertida, porque eu precisei pensar no que exatamente eu gostaria de ler naquele dia específico. E fazer esse movimento me levou para lugares e pessoas muito legais, que eu jamais havia ouvido falar e nunca tinha lido nada sobre.

Passei por autores premiados e outros desconhecidos, por grandes empresas, por canais gigantes de comunicação e também pelos pequenos empreendedores que ainda estão começando. Conheci coisas incríveis sobre estilo de vida, bem-estar, presentificação, marketing no ambiente digital, estratégias, técnicas, novas profissões (uau, você sabia que existe uma estrategista de diversidade? Sim, eu descobri isso também), visões de mundo completamente diferentes e muito legais.

Para fazer esse desafio, usei o modelo de planejamento mais básico: estabeleci o meu “por que”; depois o “como”; o “quanto”; o “o que”; os objetivos; as ferramentas que seriam necessárias e também os canais que seriam utilizados.

Para ajudar ainda mais nas minhas atividades, fracionei o meu planejamento em pequenos passos, pensando que cada dia (a leitura de um artigo por dia), seria mais uma atividade realizada do meu cronograma de execução.

Eu me comprometi com o meu desafio, com o meu projeto, em fazer um tempo p’ra mim. E mesmo assim, com todas essas facilitações, com todos os passos a passos, o imprevisto aconteceu: passei 40 horas sem energia elétrica.

O imprevisto aconteceu no 23o. dia do projeto. Foram dois dias sem dar continuidade no cronograma. E, na segunda-feira, quando a energia retornou, eu já precisava voltar ao trabalho e retomar outras demandas. No total, foram três dias sem os artigos, apenas dando sequência em outras leituras que já estavam em andamento.

Como eu havia me comprometido publicamente, expliquei a situação que aconteceu e também refleti sobre essa coisa de imprevistos. Mas o mais importante, também refleti muito sobre o momento que eu estava vivendo, na pele, sentindo tudo o que estava acontecendo ao meu redor, me vendo em algo que nunca tinha passado antes.

A vida, ela proporciona experiências diversas todos os dias… só precisamos ter mais atenção.

Depois de três dias, retomei o meu planejamento e comprometimento. Consegui finalizar o meu compromisso dos 30 dias de artigos. Ao final do projeto, eu tinha lido bem mais do que 30 artigos! Quando encontrava um que me identificava mais, acabava entrando em outro para saber um pouco mais do tema, autor ou autora, ou então conhecer outros conteúdos.

Dediquei, mais ou menos, 40 minutos por dia para o desafio e foi uma atividade muito gratificante para mim. Além de ter tirado um projeto do papel e pensado em formas para conseguir executá-lo, eu também descobri muita coisa legal no meio do caminho, aproveitei a jornada ao invés de só pensar no destino/objetivo final.

Além de todos esses pequenos prazeres e conquistas, também vi mais uma vez o quão importante é ter um planejamento, porque quando o imprevisto acontecer, você lida com ele e, assim que possível, volta para o planejamento inicial ou então restabelece uma rota.

E aí, quando você vai fazer o seu planejamento e tirar um projeto do papel?

Bárbara Calixto é graduada em Relações Públicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e possui MBA em Marketing pela USP/Esalq. Atualmente, desempenha a função de Analista de Marketing em uma Govtech (Portabilis) e já trabalhou em agências de comunicação, no segmento varejista e indústrias. Além disso, é uma pessoa que ama cozinhar, apreciar a natureza e está sempre disponível para uma boa conversa.