DNA DE MARCA - Netflix mostra que 'online' e 'offline' estão interligados.

Share Button

Muitas foram as transformações na área da comunicação depois da chegada das redes sociais e da migração de diversos itens e serviços do físico para o online. Várias teorias foram criadas: que a comunicação offline iria desaparecer, incluindo as formas tradicionais de propaganda, mas a Netflix ensinou recentemente que a experiência do cliente deve envolver o mundo online e offline.

Com a chegada do serviço de streaming vimos o fim das locadoras de vídeo e um novo mercado surgindo rapidamente. O armazenamento em nuvem foi um grande avanço, mas as pessoas ainda consideram a experiência no mundo real muito importante.

A Netflix sempre mostrou que o offline não morreu, a marca manteve diversas campanhas em outdoors e móbiles urbanos enquanto divulgava também nas redes sociais e na TV, assim ela poderia atingir um número cada vez maior de pessoas. Com o surgimento de concorrentes no streaming a Netflix precisou se reinventar, as redes sociais da marca sempre foram inspiração para diversos social medias, mas a interação online não bastava, foi aí que o streaming decidiu lançar o almanaque Tudum.

O almanaque é uma revista com diversos jogos, histórias e atividades sobre os principais produtos da Netflix e o melhor: a revista foi disponibilizada para todas as pessoas maiores de 18 anos de maneira gratuita, até mesmo para quem não era assinante. O resultado foi uma enxurrada de pedidos, mais de 50 mil cópias distribuídas no primeiro lote por meio do site feito exclusivamente para a distribuição do produto. Era permitido apenas um pedido por CPF e o almanaque seria entregue na casa da pessoa.

Eu, como amante da sétima arte que sou, logo pedi o meu e pude ver com meus próprios olhos que o produto é realmente surpreendente, com uma qualidade incrível. A revista traz uma nostalgia para quem nasceu nos anos 1990 e passou sua adolescência comprando revistas teens nas bancas de jornais. Após o sucesso, a Netflix anunciou também um programa com diversos convidados que possui o mesmo nome da revista.

Esse case de sucesso nos ensinou que o cliente quer vivenciar a experiência por completo, do online ao offline. A marca que souber desenvolver estratégias que unem os dois mundos com certeza vai sair na frente dos concorrentes.

Maria Gabriela Tosin é graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e especialista em Mídias Digitais pela Universidade Positivo. É criadora do blog pippoca.com, atuou como pesquisadora na área de artes e mídias digitais e no momento atua em agências de publicidade e é colaboradora em diversos blogs.