DNA DE MARCA - Manter o posicionamento ou se adaptar ao mercado?

Share Button

O mercado está em constante mudança todos os dias e atualmente as mudanças vem acontecendo cada vez mais rápido, graças à tecnologia. Por conta disso, muitas marcas começam a se perguntar: ‘mantenho meu posicionamento ou me adapto às mudanças do mercado?’. Muitas vezes essa pergunta pode ser acompanhada de outra: ‘mantenho meu posicionamento e perco clientes ou me adapto ao mercado para conquistar mais clientes?’.

Podemos observar essas questões principalmente na área de alimentação, mais especificamente no segmento de fast food. Existe um movimento para mudança de hábitos alimentares. As pessoas estão preocupadas com sua saúde e seu bem-estar e um dos principais setores que sofrem influência dessa mudança de comportamento é o setor alimentício. Muitas pessoas que antes consumiam hambúrguer pelo menos duas vezes por semana, agora consomem uma vez por mês ou não consomem mais. E o que dizer do crescimento da população vegetariana e vegana?

O que as redes de fast food devem fazer nesse momento?

Considerando que essas empresas são sinônimo de alimentos super-calóricos, nada saudáveis e inimigos dos animais, é preciso tomar muito cuidado para não abandonar o posicionamento original para tentar fisgar pessoas que mesmo assim não vão consumir no restaurante. O importante é sempre fazer uma pesquisa de mercado para entender como o consumidor pensa.

Pessoas veganas podem não querer consumir em um estabelecimento que possui opções desse tipo se o posicionamento da empresa continua sendo vender produtos de origem animal. Um ótimo exemplo disso foi a atitude que o Youtuber Felipe Neto tomou após declarar que se tornaria vegetariano: ele decidiu fechar sua rede de coxinhas chamada Neto’s. Segundo o Youtuber, a decisão o fez perder dinheiro por quebrar acordos que já haviam sido assinados: ‘Tinha opção de cumprir o contrato e só anunciar minha mudança depois, mas decidi que já tinha sido hipócrita por tempo demais consumindo carne, mesmo sabendo das consequências’.

Sendo assim, nesse caso, o correto seria arriscar uma mudança de posicionamento do que fechar o negócio. Com esse exemplo, podemos observar que é preciso analisar quais são as vantagens e desvantagens de se adaptar ao mercado, e caso as desvantagens sejam muitas o certo é permanecer com o mesmo posicionamento e focar nos clientes fiéis.

Maria Gabriela Tosin é graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Cursa especialização em Mídias Digitais na Universidade Positivo. É criadora do blog pippoca.com e atuou como pesquisadora na área de artes e mídias digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *