'Compliance' não é antagonista; ele é aliado ideal da comunicação e da reputação ilibada. Por Júnia Braga e Renata Felizola.

Share Button

Quem trabalha com comunicação em grandes empresas geralmente vê o compliance como o ‘empaca tudo’. Por outro lado, quem trabalha com compliance enxerga a comunicação como ‘os inconsequentes’.

Leia a íntegra.

Júnia Braga é jornalista especializada em gestão de comunicação e marketing. CEO & Founder da JB Press House, agência de Relações Públicas focada em serviços de gestão de reputação para organizações nacionais e internacionais, principalmente no que tange a relações com a imprensa.

Renata Felizola é advogada (PUC/SP) registrada na OAB/SP desde 2014. Tem experiência em departamentos jurídicos de empresas multinacionais e escritórios de advocacia, tendo atuado especificamente em processos de compliance. Tem, ainda, vasta trajetória na solução de conflitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *