CANTO DE SAUDADES - Cláudio Cotrim: as cerimônias da UERJ perdem sua cara e sua voz.

Share Button

Perdemos Cláudio Cotrim de Carvalho para a Covid-19.

Em meio à tragédia global, sentimos a dor local, do nosso lado. Olhamos para a mesa de reunião – no trabalho e no barzinho – e falta um.

Cotrim é um dos beneméritos deste Observatório da Comunicação Institucional. Participou das conversas, antes, e se manteve cooperativo durante a criação da entidade. Ele e Alexandre Coimbra foram essenciais para a nossa existência. Nosso reconhecimento e gratidão.

Ele participou da gestão 2010-2013 no Conrerp1, assumindo a função de Tesoureiro – um desafio grande tratando-se da sucessão de um mandato bastante complicado e que deixou um grande deficit.

Sorriso franco, forte aperto de mão, e sempre uma palavra cordial. Assim fica a imagem do Cláudio Cotrim para nós que tivemos o prazer e a satisfação de conviver com ele.