Um país de tarefeiros.

Share Button

Deu hoje n’O Globo (P. 15):

Somos preparados para cumprir tarefas estabelecidas por terceiros: o chefe, o patrão, o governo. Quando ninguém diz o que fazer, paralisamos…

LINK – https://oglobo.globo.com/opiniao/um-pais-de-tarefeiros-21508576

COMENTÁRIO

Lembramos (para homenagear) Roberto Porto Simões, autor do – essencial – livro ‘Informação, Inteligência e Utopia: contribuição para uma teoria de relações públicas’, que sempre se opôs à corrente (majoritária, infelizmente) de autores e professores que insistem em formar errepês tarefeiros… em assessoria, produção de eventos, cerimonial e protocolo, ‘endomarketing’ etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *