E a prefeitura do Rio de Janeiro fez de novo...

Share Button

… um gasto desnecessário, injustificado, demagógico, perdulário e enganoso em auto-promoção. E, acrescente-se, em pleno período eleitoral!

O dinheiro do contribuinte carioca tem sido, sistematicamente, alvo de menoscabo por parte da administração municipal.

Veja quanto custa um anúncio de meia-página no jornal O Globo, em dia de semana:

No noticiário: 6 colunas (29,7 cm de largura) x 52 cm (altura). Valor de tabela por inserção: R$ 419.328,00. Valor negociado (com desconto por volume – cliente frequente) por inserção dia útil: R$ 322.882,56.

Este OCI já “clipou” vários casos semelhantes. Veja:

http://oci-rp.blogspot.com.br/2013/06/e-eles-fizeram-de-novo.html

http://oci-rp.blogspot.com.br/2013/06/saudades-do-brasil-do-jornal-do-brasil.html

http://observatoriodacomunicacao.org.br/clippings/divulgacao-mentirosa-em-nossa-opiniao-e-delito-tao-grave-quanto-propaganda-enganosa/

E estudará, do ponto de vista jurídico, como enquadrar o alcaide sob a égide da responsabilidade civil. Gastos de comunicação, mesmo justificados pelo Poder Executivo e aprovados em orçamento pelo Poder Legislativo, devem seguir critérios morais de razoabilidade, oportunidade, necessidade, transparência; enfim, critérios éticos.

A cidadania não mais suporta o fenômeno que o próprio jornal O Globo – veículo publicitário mais aquinhoado pela prefeitura do Rio de Janeiro – estampou, sob a griffe de Elio Gaspari, como “faço-porque-posso”.

A imagem a seguir, do informe publicitário da prefeitura do Rio de Janeiro (batizado eufemística – e absurdamente – de “Projetos de Marketing“), é anúncio de meia-página publicado em 28/08/2014 (P. 19).

Com a palavra, o cidadão carioca.

PM