O Agro quer ser pop mas segue assombrado pela agenda ESG. Por Luiz André Ferreira.

Share Button

Não resta dúvida de que o tripé ESG também chega preocupando o setor de agronegócio do Brasil. A sigla está em inglês (Environmental, Social and Governance).

Leia a íntegra.

Luiz André Ferreira é jornalista e professor universitário. Mestre em Bens Culturais e em Projetos Socioambientais. Pioneiro – em 2002 -, com o lançamento da coluna “Responsabilidade.com” sobre ética e sustentabilidade no jornal Le Monde. Tem passagens pela Reuters e grupos Folha, Estadão, Globo, Bandeirantes e Jornal do Brasil.