Marketing nas redes sociais funciona a nível local? Por Heloísa dos Santos.

Share Button

Antes de comprar qualquer coisa, é normal pesquisar sobre o produto, perguntar à amigos e, ainda mais, para a Oráculo Internet. Assim, já se faz a compra bem ciente dos riscos e vantagens. Ou se desiste do objetivo.

Os anúncios online são parte da experiência de usuários da internet e de smartphones desde que o Google inventou seus Ads. Redes sociais como Facebook e todos seus produtos (WhatsApp e Instagram, com destaque), Twitter, Snapchat e outros também aderiram ao uso de anúncios em seus feeds, viabilizando um financiamento fácil.

Para pequenos empresários, um bom uso desse recurso pode ajudar a impulsionar as vendas e tornar a marca conhecida, além de demandar baixo investimento. Para isso, é preciso saber como essa modalidade de propaganda pode funcionar a níveis locais e o que é preciso para uma boa estratégia.

Estratégias possíveis para pequenos públicos

O marco para essa modalidade de publicidade se tornar tão bem-sucedida foi a possibilidade de obter e utilizar dados pessoais dos usuários, algo que nem sempre é lido nos termos de uso. O Facebook tem o exemplo mais emblemático: a função Ads disponibiliza uma variedade imensa de perfis de consumo e estilo de vida, com números incluídos a partir de recortes geográficos e temporais.

O resultado é uma profusão de anúncios bem direcionados (ou nem sempre) em praticamente todos os recursos das redes sociais. A segmentação do público pode poupar tempo e dinheiro, indo diretamente a quem interessa.

O uso do SEO (Search Engine Optimization) é outra estratégia importante, senão básica. No caso de empresas locais, é bom ter as informações disponíveis de forma sempre clara, reforçando o local e o produto.

O ponto é distribuir as palavras-chave ao longo dos conteúdos publicados e relacionados à empresa. Pode ser num site simples, nas redes sociais e nas informações disponíveis no Google. Aliás, é sempre um bom começo cadastrar a empresa no Google Business.

Custos do marketing digital

Estabelecer um orçamento para o marketing digital via depender, claro, dos objetivos da empresa e dos recursos disponíveis. A velha regra predomina: o tamanho do público é diretamente proporcional ao tamanho do investimento. Porém, no marketing digital é possível mensurar praticamente tudo, basta ter boas ferramentas de controle e um olhar atento (e profissional).

Se o caso for insegurança em investir mais alto, é possível ainda realizar pequenos testes em um certo período de tempo e ir aumentando a verba aos poucos. E ainda há as opções gratuitas. Para pequenos negócios, muitas vezes é interessante investir em relacionamento próximo pelas redes sociais e e-mail. O bom atendimento e a segmentação do produto são características valiosas desse tipo de empresa que podem ser muito bem exploradas.

Se bem cultivado, esse público fidelizado vai fazer boa parte do trabalho de divulgação, com ainda mais valor do que um anúncio aleatório na timeline do Facebook. Bem usados, o impulsionamento e a atenção ao relacionamento com os clientes apresentam um favorável custo-benefício.

Heloísa dos Santos é jornalista e mestranda em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Atua e faz pesquisa nas áreas de Jornalismo e Comunicação Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *