Até parece que todo jornalista é comunista. Por Roberta Hoshiguti.

Share Button

Do lado de fora das fronteiras do jornalismo, não é necessário procurar muito para que se encontre alguém que generalize: ‘os jornalistas do Brasil são todos comunistas’. Talvez por que, com um furacão se aproximando, a maior parte se juntou como uma forma de medida protetiva. Talvez por que a elite intelectual brasileira seja, realmente, tendenciosa. Eu vou ainda além. Talvez o profissional do jornalismo tenha se distanciado de seu público, de forma que passou a conversar somente com os colegas de profissão e com a elite social.

Um hiato foi criado entre a massa e o jornalista. Há um espaço preenchido apenas por vácuo. Por nada. O jornalista que conversa com o povo não é mais o jornalista bairrista que preza pela informação de quem está a sua volta. O jornalista que conversa com a população brasileira fala sobre assassinatos, acidentes, tráfico e sobre tudo o que há de ruim – não desmerecendo o jornalismo criminal, talvez seja ele digno de parabéns, afinal.

Se pensarmos bem, não faz muito tempo que ouvimos a frase ‘hoje em dia, jornalismo é só desgraça’, num comentário na padaria, no barbeiro ou em algum buffet por quilo. E se o jornalismo for só desgraça porque é o único tema tratado com a facilidade que o brasileiro médio precisa?

Uma forma de medir a qualidade do jornalismo é pelo esclarecimento da população que ele cobre. A sociedade local é bem informada, tem políticas inclusivas e eficientes? Muito bem. Agora, uma população que elege políticos tão inteligentes quanto portas, que mata por cores e que possui quase metade de sua população carcerária sem um primeiro julgamento pode ser considerada esclarecida? Tenho minhas dúvidas. E a culpa é exclusiva de uma mídia que se preocupa mais com o próprio status do que com o vizinho? Não somente.

Roberta Hoshiguti é formanda em Jornalismo pela UFPR. Redatora em agência de publicidade, gosta de tudo o que envolva Comunicação. Não sabe se gosta mais de fotografar ou de ser fotografada – passa horas editando fotos e vídeos. ‘Mãe’ do ‘Curitiba Content’, projeto de Comunicação que promove personagens da cena curitibana.

Uma resposta para “Até parece que todo jornalista é comunista. Por Roberta Hoshiguti.”

  1. Nayara Kobori disse:

    Parabéns, Roberta. Um texto de excelência, que é um grito e uma reflexão para jornalistas e cidadãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *