Uma imagem vale mais do que mil ofensas...

Share Button

Nesta semana, as redes sociais ferveram a partir desta peça publicitária afixada em vários pontos da rede do Metrô-Rio. (Aliás, esta empresa esmera-se em comunicar-se mal desde sempre).

Como se não bastasse a ‘cidade partida’, termo que titulou ótimo livro-análise de Zuenir Ventura, no longínquo 1994, sobre o Rio de Janeiro, ainda investe-se pesado na fissura. A Polícia Militar do estado, nos verões, com suas ‘blitzen’ (só) nos ônibus que vêm dos subúrbios para as praias cariocas e, agora, mais esta ‘pérola’ de infelicidade: não atenção à etnia explícita (fenótipo) dos modelos fotografados para aplicação em peças (in e outdoor) numa campanha institucional.

Indaga-se:

(1) Quem criou isto?

(2) Quem aprovou isto?

Cartas para a redação deste OCI, por gentileza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *