Mais um atentado à consciência carioca... no dia seguinte.

Share Button

epa

E quis o destino que, mais uma vez, a nababesca propaganda de autoelogio da prefeitura do Rio de Janeiro fosse publicada – novamente em anúncio de quatro páginas inteiras (*) – na edição do dia seguinte, 26/06 último, a (mais) uma tragédia, n’O Globo.

O tiroteio colocou deitadas no chão – pela enésima vez – professores, colaboradores e as crianças – do Projeto Uerê, pela definição que consta no website da ONG, “uma escola, na Favela da Maré, com uma metodologia de ensino própria, desenhada para crianças e jovens, que frequentam colégios públicos da Comunidade, com bloqueio cognitivos e emocionais devido à exposição constante a traumas e violência”.

E não é que no dia seguinte , na própria edição do jornal O Globo que noticiava o fato corriqueiro e trágico, a prefeitura surge com sua caríssima propaganda em causa própria? Mais um descalabro comunicacional a título de ‘Projetos de Marketing’ (um ‘informe publicitário’ disfarçado criado pelo veículo de comunicação) intitulado ‘no Rio, o futuro da educação já começou’. Sim, um futuro sombrio, por sinal, ‘para inglês ver’ quando passar pela horripilante, perigosa e letal Linha Vermelha.

Repetimos o que publicamos neste OCI em 20/06 último: já passou da hora de enquadrar – legalmente – o prefeito no figurino de demagogo boquirroto irresponsável. Não pode uma autoridade pública simplesmente dizer o que quer, sem limites impostos pela responsabilidade civil.

(*) Preço de tabela para informes publicitários de página inteira – na retranca ‘Noticiário’ (O Globo): R$ 1.200.576,00. O ‘informe’ de Eduardo Paes ocupou 4 páginas – ou seja – em tese, o gasto do município com esta comunicação absolutamente desnecessária foi de quase 5 milhões de reais… Sabe-se que há negociação entre anunciantes, agências e veículos de comunicação. Que se considere um desconto de 80%… com 1 milhão de reais se poderia fazer muito por muitas pessoas.

Educ1Educ23Educ4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *