Índice de Transparência Ativa é aplicado na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.

Share Button

Como parte do rito acadêmico-científico estabelecido para o desenvolvimento da inovação ‘Auditoria Funcional da Comunicação (AFC) para aferição do Índice de Transparência Ativa (5R INDEX)’, três projetos-piloto foram realizados – um, junto a instituição pública (1o. Setor); um, junto a uma empresa privada (2o. Setor); e um, junto a uma organização da sociedade civil (3o. Setor).

Sob um rígido Acordo de Confidencialidade, característico deste tipo de abordagem acadêmica ao mercado, os ‘cases’ foram mencionados nas três apresentações-defesa do construto teórico (o sistema aplicativo 5R INDEX), em SP, RS e MG, sob a seguinte denominação: Caso X, Caso Y, e Caso Z.

Um desses casos foi ‘aberto’ (divulgado) por iniciativa própria da organização examinada pela AFC, que contou com quatro membros numa equipe composta por três auditores deste O.C.I. (externos) e um membro interno. Tal caso, da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, foi divulgado em dezembro último no portal daquela Casa Legislativa (seção TV Câmara de Caxias do Sul).

Este vídeo é um extrato daquela reportagem – https://www.youtube.com/edit?o=U&video_id=Rx-AoLaA7gI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *