Viva a Justiça Brasileira!

Share Button

STF.Flickr.Fredygs.2008

O Tribunal de Justiça de Belém julgou, na manhã do último dia 12, a apelação do Ministério Público contra a decisão do Tribunal do Júri de Marabá, que havia absolvido o fazendeiro José Rodrigues, acusado de ser o mandante do assassinato de Zé Claudio e Maria. Também foi decretada a prisão preventiva do réu, que ainda não foi localizado pela Justiça.

Mais um caso de descaso, como já estamos habituados.

Os assassinos de Chico Mendes também vão de lá p’ra cá e a condenação definitiva não sai nunca. E já se passaram 20 anos…

O mesmo ocorre com assassinos e mandantes da morte da missionária Dorothy Stang, em 2005.

Agora, na sua primeira fala como presidente do STF, o ministro Ricardo Lewandowski já disse a que veio. Leia:

Um dia depois de ser eleito presidente do Supremo Tribunal federal (STF), o ministro Ricardo Lewandowski defendeu o aumento dos salários pagos aos juízes brasileiros, uma reivindicação constante das associações da categoria. Lewandowski participou de um evento promovido pela Associação dos Magistrados Brasielrios (AMB) na manhã de ontem e, em sua fala, fez a defesa da melhoria salarial dos juízes. O ministro foi aplaudido pelo magistrados.

Os magistrados ganham quase 30 mil reais por mês. Um juiz federal, por exemplo, recebe, em média, salário de 25 mil reais.

Leia mais – http://oglobo.globo.com/brasil/em-evento-da-amb-lewandowski-defende-aumento-de-salario-para-juizes-13602125#ixzz3ATMllQ7D

Muitos deles ganham para não deixar “a fila andar”.

Mas nem tudo é podre neste país, agora triste pela morte trágica de Eduardo Campos, uma das poucas lideranças jovens do país:
Deu no Ig: “a mulher do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, Renata Campos, exigiu que todos os corpos do acidente fossem liberados para sepultamento no Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo ao mesmo tempo. Ela pediu que o mesmo tratamento dado a Campos fosse dispensado aos assessores do candidato, que viajavam com ele”.

Renata ainda fez o convite às famílias dos assessores para que se faça um velório em conjunto. De acordo com informações do partido, já é certo que os corpos do assessor de imprensa Carlos Percol, do fotógrafo Marcelo Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra serão velados no Palácio Campo das Princesas, ao lado do corpo de Campos.
É isso aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *