Os 3,46 milhões de reais em patrocínios ocultos do IDP. 'Lobby' às claras ou obscuro conluio de interesses? Cartas para a redação.

Share Button

Deu ontem na Crusoé, número 2:

O IDP (Instituto Brasileiro de Direito Público), de Gilmar Mendes, recebeu 3,46 milhões de reais de patrocinadores ocultos. A Crusoé desta semana revela o nome desses patrocinadores, os valores que eles pagaram e – evidentemente – os processos que eles têm no STF.

COMENTÁRIO

E lança-se uma nova modalidade de apoio comercial: patrocínio secreto com recursos, sim, contabilizados. Souza Cruz, J&F, Google, Bradesco, Caixa Econômica Federal, CSN e OAB estão entre os patrocinadores do IDP – alguns ‘ocultos’, ou seja, aqueles que gastam dinheiro de seus acionistas (e registrados, no caso da OAB) com propaganda institucional… que não propaga, não aparece. Dinheiro dado – conforme revela a matéria – para a ‘produção de conteúdo’.

Será este o tipo de ‘lobby’ (sic) que Brasília quer aprovar?

LINK – https://crusoe.com.br/secao/reportagem/os-patrocinios-ocultos-do-ministro/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *